Olimpíada muda perfil de East London

Jogos de 2012 levam investimentos e atenção a bairro antes esquecido

Kabir Chibber, The New York Times

10 Fevereiro 2009 | 02h53

"Fim à ocupação do Tibete", diria o grafite se um espertinho não tivesse riscado a palavra "Tibete" e escrito "East London" em seu lugar. Há muitas pichações nessa área de Londres, mas essas palavras em especial, tingidas de nostalgia e rebeldia, contam uma história. A região de imigrantes, cinzenta e fora de moda, passa por uma reformulação com a qual nem todos estão satisfeitos.

 

Com obras, começaram a despontar na região restaurantes, 'gastropubs' e galerias de arte

O bairro de Stratford herdou de Pequim a tocha olímpica e a posição de sede dos próximos Jogos, em 2012. A esquecida área foi transformada em um gigante canteiro de obras - complexos desportivos e comerciais estão sendo construídos.

Alguns moradores questionam quais serão os reflexos do desenvolvimento na personalidade do bairro, um dos mais carentes da cidade.

Para outros, é finalmente a grande virada de Stratford. A área transpira uma energia que não se via há anos. Surgem restaurantes e jovens famílias ocupam, aos poucos, elegantes apartamentos.

Entre as cintilantes novidades está o Bow Arts Trust, um centro de artes situado em um prédio azul-escuro que se destaca na fileira de casas da rua degradada. A Nunnery Gallery, um anexo semelhante a uma capela, mostra trabalhos inovadores de estudantes locais e artistas internacionais.

Os gastropubs, bares que servem também petiscos mais caprichados, descobriram a região. O Morgan Arms é o lugar para beber uma cerveja ou degustar excelentes comidinhas. O menu varia diariamente, com exceção das opções mais pedidas, como os bolinhos de peixe servidos com espinafre e ovos (13,50 libras ou R$ 45).

Aos sábados, a Roman Road ganha vida como um mercado de rua, um dos mais antigos da Inglaterra, com roupas da moda, joias e objetos de arte. Uma vez por mês, há ainda um novo mercado de produtos agrícolas.

Tradição

Mas o velho East End ainda sobrevive. O Duncan?s Pie, Mash and Eels é um dos poucos lugares em Londres onde você ainda pode saborear a tradicional pie and mash, com carne moída e batatas (cerca de 3,80 libras ou R$ 13), bem como as famosas enguias em caldo gelatinoso.

O bairro é a primeira parada para muitos novos imigrantes. Conversas nas línguas de Bangladesh e da Índia podem ser ouvidas nas ruas ao sul de Stratford. Essa mistura é ainda mais evidente no Queen?s Market, na Queen Street. Em um grande galpão de concreto, o mercado tem de vendedores afro-caribenhos de seda indiana a lojas de carne halal.

Mas nem ele está a salvo das mudanças. Há propostas de demolição - e construção de outro mais moderno.

 

linkBow Arts Trust: 183 Bow Road; www.bowarts.org

linkMorgan Arms: 43 Morgan Street; www.geronimo-inns.co.uk/themorgan

linkDuncan's Pie, Mash and Eels: 365 Green Street

linkQueen's Market: www.newqueensmarket.co.uk 

Mais conteúdo sobre:
Viagem Inglaterra Olimpíadas 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.