Jonas Santana/Divulgação
Jonas Santana/Divulgação

Onde comer caruru em Salvador no Cosme e Damião

Celebrada em 27 de setembro, data na Bahia tem como tradição a oferta do prato feito com quiabo; confira restaurantes que servem a iguaria

Levy Teles, Especial para o Estado

24 de setembro de 2019 | 07h00

Setembro é um mês marcante no calendário da Bahia — especialmente no de Salvador. O dia 27, da celebração de São Cosme e Damião, é um dos mais tradicionais do soteropolitano. Marcada pelo sincretismo religioso, a data é celebrada entre católicos e candomblecistas. 

E todo bom soteropolitano sabe que a influência africana traz um dos principais elementos do dia: o caruru de sete meninos. O prato ganha um toque especial de acompanhamentos ao caruru, feito de quiabo. Com ele também vão camarão, frango, feijão fradinho, feijão preto, banana da terra, farofa de dendê e vários outros alimentos típicos da comida baiana. Não é possível passar o mês de setembro sem comer um caruru.

A tradição diz que o dia 27 é reservado para ações de oferenda do caruru, dado a crianças e a pessoas próximas. O turista em Salvador pode até conseguir um convite – mas se não conseguir, sugerimos dicas de restaurantes para visitar e não perder a oportunidade de saborear um caruru no mês de setembro. 

Dona Mariquita

No mês de setembro, o Dona Mariquita, restaurante localizado no bairro do Rio Vermelho, segue um cronograma especial. O caruru, com vatapá, xinxim de galinha, banana da terra, farofa de dendê, feijão preto, feijão fradinho e arroz é servido durante o período. Perto da Orla do Rio Vermelho, o ambiente possui uma bela decoração, que remete a elementos clássicos da cultura baiana.

Onde está: R. do Meio, 178, Rio Vermelho;

Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 12 às 17h;

Valor: R$ 50

Telefone: (71) 3334-6947

Vila Criativa

Localizado no Largo do Bonfim, rente à Igreja do Senhor do Bonfim, o Vila Criativa reúne um espaço de arte e restaurante. No restaurante, como é tradicional na cidade de Salvador, é possível degustar a comida baiana nas sextas-feiras, mas o especial está marcado para o dia de Cosme e Damião. No dia 27, é possível comer um caruru com vatapá, feijão fradinho, feijão preto, feijão branco, feijão mulatinho, milho branco, milho vermelho, pipoca, xinxim de galinha, cana, rapadura, ovo cozido, abóbora, inhame, acarajé, abará, farofa de dendê — cada um dos elementos dedicado a um orixá. No espaço de arte, é possível comprar obras dedicadas a Cosme e Damião.

Onde está: Casa dos Romeiros, 35, Largo do Bonfim.

Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 10 às 18h30, sábado, das 10 às 19h e domingo, das 7 às 19h

Valor: R$ 25

Telefone: (71) 3023-4497  

Casa de Tereza

Cosme e Damião e o espaço da chef Tereza Paim guardam coincidências: a Casa de Tereza, localizada próxima ao Largo da Mariquita, um dos principais pontos noturnos do Rio Vermelho, celebra seu aniversário no dia 27. Para celebrar os sete anos, já no dia 16, o espaço abriu lugar  para uma exposição de 28 artistas, além de oferecer uma louça temática de brinde no pedido de caruru de 7 meninos. Completo — vatapá, xinxim de galinha, farofa de dendê, banana da terra frita, feijão fradinho, além de cocada e acarajé. No dia de Cosme e Damião, será oferecido caruru de graça.

Onde está: R. Odilon Santos, 45, Rio Vermelho.

Horário de funcionamento: domingo a quarta-feira, das 12 às 23h, de quinta-feira a sabado, do meio-dia à meia-noite;

Valor: R$ 110.

Telefone: (71) 3329-3016

O Coliseu

Localizado no Pelourinho, o Coliseu é, talvez, a mistura mais aleatória de Roma, Bahia e África. O restaurante, com uma estrutura interna inspirada na arquitetura da Roma Antiga, dispõe de mais de 40 pratos diferentes de comida baiana para o cliente poder se servir – e compor o caruru à sua preferência. À noite, durante as segundas, quartas e sábados, ainda é possível acompanhar um show de capoeira, samba de roda, maculelê, dança afro, puxado de rede, axé e dança dos orixás.

Onde está: Cruzeiro São Francisco, 9/13, Pelourinho;

Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 12 às 16h (almoço) e das 19 às 21h (jantar);

Valor: R$ 45 (bufê à la carte), R$ 65 (bufê livre).

Telefone: (71) 3321-5585

Health Valley

Os veganos também podem aproveitar o caruru de setembro — emendando com uma volta pelo centro histórico. Às terças-feiras, numa das casas antigas no bairro da Piedade, o Health Valley serve o caruru vegano, sem camarão na preparação. Acompanham o prato castanha de caju e amendoim. 

Onde está: R. Direita da Piedade, 17, Piedade;

Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 11h às 15h (o caruru é servido apenas na terça-feira)

Valor: R$ 20 self-service, R$ 26,90/kg.

Telefone: (71) 3329-2176

Lina

Com nome em homenagem à arquiteta Lina Bo Bardi, o restaurante é a grande novidade do Fera Palace Hotel, localizado na R. Chile, no Centro Histórico de Salvador. Com o cardápio assinado pela chef proprietária do restaurante paulista A Baianeira, Manuelle Ferraz, o espaço oferta comida baiana nas sextas-feiras. No cardápio, além do caruru, o cliente pode compor seu prato com o vatapá, arroz, feijão, xinxim de galinha, farofa de banana da terra, creme de mandioca, carne do sol do quiabo e moqueca de peixe.

Onde está: R. Chile, 20, Centro Histórico;

Horário de funcionamento: Horário de almoço, das 12h às 15h

Valor: R$ 37 (buffet livre)

Telefone: (71) 3036-9200

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.