Opções mais em conta (e modestas)

Por valores de passagens muito menos salgados (e condições bem mais modestas, é verdade), a volta ao mundo pode se tornar um sonho possível a turistas com a carteira não tão recheada. As três principais alianças de empresas aéreas oferecem pacotes de bilhetes para quem quer rodar o globo.

O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2011 | 03h09

Para comprar a passagem Round the World, Star Alliance (staralliance.com), One World (pt.oneworld.com) e Sky Team (skyteam.com) exigem partida e chegada no mesmo país e que a viagem seja feita em um só sentido - leste ou oeste - além de ter entre 10 e 16 paradas, no máximo. O preço total depende da época do ano e da duração da viagem: em pesquisa feita na semana passada, para uma volta ao mundo em 30 dias a ser feita entre janeiro e fevereiro, ficava entre US$ 5.500 e US$ 6.700.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.