Outra pausa para encher a taça

Desta vez, é hora de degustar o vinho verde, típico da região; algumas quintas têm estrutura de hospedagem

Rosangela Dolis, O Estado de S.Paulo

24 Junho 2008 | 03h03

Basta entrar em uma quinta do Minho para desfazer anos de confusão. O vinho verde, típico da região, não tem essa cor. Muito pelo contrário, é amarelo-pálido. De onde vem o nome, então? Trata-se tão e simplesmente de uma bebida feita com uvas ainda verdes, após um curto período de fermentação. O método dá ao vinho teor alcoólico mais baixo - entre 8 e 11,5 graus - e o torna ideal para acompanhar pratos preparados com peixe ou mariscos. Entendeu? É melhor que sim, pois essa aula terá seqüência nas chamadas Rotas do Vinho Verde, que reúnem 67 propriedades produtoras no Minho. Aproveite que está em Guimarães para visitar uma dessas quintas. Afinal, as vinhas da região ocupam 35 mil hectares, equivalentes a 15% da área de cultivo de uva no país. As várias rotas incluem um circuito guiado, que começa nas vinhas, passa pelo processo de produção (de setembro a dezembro) e de engarrafamento. Para concluir o passeio, uma bela degustação. Os tours têm o aval da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) e precisam ser agendados. No site www.vinhoverde.pt, é possível escolher uma rota, as quintas a serem visitadas e conferir todas as informações necessárias, como endereço, telefone e horários de funcionamento. EVOLUÇÃO Referências à produção do vinho verde no Minho já existiam desde o século 12 e o cultivo foi incrementado com a participação de corporações religiosas e da Coroa Portuguesa. Apesar disso, a viticultura permaneceu incipiente até o século 13, quando o vinho tornou-se importante fonte de rendimento. Os verdes foram os primeiros vinhos portugueses conhecidos no mercado europeu, mas a bebida só apresentou ganho de qualidade no começo do século 20, quando uma lei definiu os limites geográficos para sua produção e caracterizou os tipos de vinho por sub-região. Essa é outra das histórias contadas na visita ao Solar das Bouças (www.cvrvv.pt/solarbouças), em Amares, perto de Guimarães. Às margens do Rio Cávado, a propriedade tem infra-estrutura para acomodar turistas. Uma boa época para estar por lá vai de setembro a dezembro, para a colheita e o início da produção. SERVIÇO PASSAGENS AÉREAS O trecho SP-Lisboa-SP custa a partir de US$ 1.225 na TAP (0--11-2131-1200). Vôos com conexão por a partir de US$ 1.051 na Ibéria (0--11-3218-7130); US$ 1.326 na Swiss (0--11-3049- 2720); US$ 1.452 na British Airways (4004-4440); US$ 1.468 na KLM (4003-1888) e US$ 1.534 na Lufthansa (0--11-3048-5800) O trecho SP-Porto-SP, na TAP, custa a partir de US$ 1.225. Pela mesma empresa, o trecho Lisboa-Porto-Lisboa custa a partir de 48. O caminho de ida feito de trem sai por 28,50, a partir da capital portuguesa. Informações: www.cp.pt PACOTES US$ 1.388: 7 noites visitando Lisboa, Braga, Porto e Santiago de Compostela (Espanha). Com carro. Riviera (0--11-5533-6889) US$ 1.607: 4 noites. Viana do Castelo, Guimarães, Mesão Frio e Porto. Com aluguel de carro. Friends in the World (0--11-3068-9403) US$ 1.616: 5 noites passando por Porto, Viana do Castelo, Braga e Guimarães. Com a CIT (0--11- 3138-3535) US$ 2.069: 7 noites. Lisboa, Braga, Porto, Guimarães, Santiago de Compostela (Espanha) e Coimbra. New Age (0--11-3138-4888) US$ 2.076: 7 noites passando por Óbidos, Nazaré, Fátima, Guimarães, Aveiro, Coimbra e Santiago de Compostela (Espanha). Top Brasil (0--11-3926-8000) US$ 2.078: 10 noites. Lisboa, Évora, Albufeira, Lagos, Faro, Nazaré, Fátima, Braga, Guimarães, Porto, Coimbra, Aveiro e Santiago de Compostela (Espanha). Maktour (0--11-3818-2222) US$ 2.089: 7 noites. Lisboa, Óbidos, Nazaré, Fátima, Braga, Viana do Castelo, Guimarães, Porto, Aveiro, Coimbra e Santiago de Compostela (Espanha). Na Natural Mar (0--11-3214-4949) US$ 2.116: 8 noites visitando Lisboa, Braga, Guimarães, Porto, Aveiro e Coimbra. Na Filhos da Terra (0--11-3171-2000) US$ 2.170: 6 noites. Porto, Lisboa, Braga, Guimarães, Coimbra e Santiago de Compostela (Espanha). Tereza Ferrari (0--11-3021-1699) US$ 2.299: 11 noites passando por Lisboa, Braga, Albufeira e Porto. Com a Taks Tour (0--11- 2821-8800) US$ 2.351: 6 noites. Porto, Coimbra, Lisboa, Aveiro, Nazaré, Sintra, Cascais e Estoril. Com a Soft Travel (0--11-3017-9999) US$ 2.465: 9 noites visitando Lisboa, Coimbra, Guimarães, Porto, Viseu e Évora. Abreutur (0--11-2586-1840) US$ 2.536: 11 noites passando por Lisboa, Braga, Albufeira, Évora, Porto, Coimbra e Santiago de Compostela (Espanha). Com a Beeline (0--11-3171-1544) US$ 2.620: 10 noites visitando Lisboa, Albufeira, Braga, Porto, Fátima, Guimarães e Coimbra. RCA (0--11-3017-8700) US$ 2.715: 6 noites passando por Porto, Coimbra, Guimarães, Fátima e Lisboa. Na New Line (0800-600-2524) US$ 2.774: 10 noites passando por Lisboa, Évora, Albufeira, Faro, Lagos, Fátima, Braga, Guimarães, Porto, Coimbra e Santiago de Compostela (Espanha). Com a Intravel (0--11-3206-9000)P

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.