Páginas que convidam a ultrapassar fronteiras

Livros recém-lançados são incentivo adicional para quem quer viajar

O Estado de S.Paulo

07 Outubro 2008 | 02h48

Aventureiro que se preze deve ter uma boa biblioteca de referência - e algumas opções interessantes foram lançadas recentemente. Veja os livros que podem dar o incentivo que faltava para você cair na estrada. AMAZÔNIA Nunca se falou tanto na Amazônia como nos últimos tempos. E parte desse interesse é fruto da preocupação com os altos índices de desmatamento na região. Aventurar-se por ali pode ser bastante confortável, nos luxuosos hotéis de selva. Ou pura aventura, para quem escolher uma expedição ao Monte Roraima. O Guia Unibanco Amazônia (Ed. BEI, 272 páginas, R$ 53) pode ser a Bíblia do viajante que pretende explorar a região. Está tudo ali: história, geografia, cultura, crônicas, mapas e, sobretudo, mais de cem indicações de hotéis, restaurantes e outras tantas atrações obrigatórias. Isso sem falar nas imagens captadas por fotógrafos como Cristiano Mascaro, Araquém Alcântara e Zig Koch. COMO JÚLIO VERNE Desde que Júlio Verne escreveu sua Volta ao Mundo em 80 Dias, muitos se aventuram das mais variadas formas para cumprir o trajeto - mas com mais tempo para curtir a experiência. Foi o que fez Paulo Rollo. Ele percorreu 71 países ao longo de 23 anos, somando mais de 1 milhão de quilômetros, e narra suas experiências em Volta ao Mundo em 8.000 Dias. As páginas escaneadas do passaporte do autor estão espalhadas pela publicação. "Achei que seria interessante, muitos dos países por onde passei não existem mais", explica. Nos capítulos, ele relata como teve a idéia de explorar o mundo e as diferentes culturas que conheceu ao longo dos anos. Vem com um DVD de fotos e vídeos das viagens. À venda no site www.paulorollo.com, por R$ 45. Outro que decidiu transformar em livro suas viagens pelo globo foi o engenheiro Cyro Eyer do Valle, em Da Lapônia à Patagônia - Vivências (Ed. CLA, 224 páginas, R$ 39). São 42 relatos de viagens por mais de 80 países, reunidos desde 1961. O livro termina com uma linha do tempo que relaciona fatos históricos aos capítulos da obra. BRASIL AFORA Três anos de viagens contínuas e mais de 60 municípios e localidades visitados tiveram como resultado o livro Brasilzão (Ed. Melhoramentos, 350 páginas, R$ 71,28), com textos de Fábio Brito e imagens de Diego Gazola. A linguagem utilizada é bem diferente dos tradicionais relatos de viagem. Os textos, que vêm em formato de crônicas, diálogos e pequenas ficções, foram publicados no site de mesmo nome (www.brasilzao.com) e no jornal Correio do Sul entre 2004 e 2007.

Mais conteúdo sobre:
aventura literatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.