Para turbinar a carreira

Há cursos de inglês específicos para determinadas áreas

O Estado de S.Paulo

28 Março 2017 | 04h30

Ter um segundo idioma na ponta da língua já não é suficiente para se destacar no mercado de trabalho. “As empresas buscam pessoas curiosas, com experiências diferentes”, diz Maura Leão, presidente da Belta. E, nesse cenário, não há apenas opções dos já conhecidos cursos de extensão, mas também de formação superior. 

“A Lituânia está se promovendo agora como um país de ensino superior”, conta Maura. As aulas são ministradas em inglês, assim como na Holanda. “A qualidade do ensino é altíssima e inovadora, especialmente na área de tecnologia.”

Vale se informar com as agências para saber as exigências de cada uma. Bruno Passarelli, CEO da Descubra o Mundo Intercâmbio, avisa que há cursos que exigem domínio da língua inglesa e certificado de proficiência no idioma. “O investimento é maior do que um curso de idiomas comum”, diz.

PACOTES

San Diego, EUA

Na CI, o curso de 12 semanas em Negócios inclui taxas e seguro. Desde US$ 8.760.

 

Irvine, EUA

Voltado principalmente a profissionais de negócios e recursos humanos, o curso na University of California, de 12 semanas, amplia a comunicação e escrita e inglês e oferece aulas específicas à área. Na STB, a partir de US$ 13.300, com acomodação.

 

Focado em Marketing, o curso da Experimento na mesma cidade dura 12 semanas. A partir de R$ 22.933. 

Mais conteúdo sobre:
HolandaSan DiegoEUAMarketing

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.