Ed Alcock/NYT
Ed Alcock/NYT

Paris

POR € 200

26 Maio 2009 | 08h15

Dormir: Tenha um amigo parisiense. Se isso não for possível, faça uma reserva no novo Mama Shelter (109, Rue de Bagnolet; http://www.mamashelter.com/), com design de Philippe Starck. Mesmo os quartos mais simples têm ótimas camas e Wi-Fi gratuita. O menu do restaurante do hotel foi criado por Alain Senderens (no almoço, preço fixo a 19). O único inconveniente? Fica no distante 20º arrondissement. Quarto a partir de 89.

 

Comer: Almoce no Coude à Coude (46, Rue St.-Honoré), com comida de excelente custo-benefício e bebidas idem. Você pode tomar uma taça de Côtes du Rhône por 3 e gastar 14 num prato. No jantar, vá até a Fauchon (30 Place de la Madeleine; http://www.fauchon.com/). O frango satay com ratatouille e salada sai por 14. Meia garrafa de vinho custa 10. Adicione pão e queijo ou sobremesa por 5. Preço: almoço a 17 e jantar a 29, totalizando 46.

 

Comprar: Não deixe de ir até a G. Detou (58 Rue Tiquetonne), que se gaba de ter de tudo um pouco para quem gosta de cozinhar. Leve para casa dois potes de mel exótico e geleia por 9.

 

Curtir: Compre um champanhe e leve para tomar no Cour Carrée, pátio perto do Louvre que fica lindamente iluminado à noite. A bebida custa 12. O resto é de graça.

 

Economizar: Assista a uma performance de música clássica na sala de concertos Salle Pleyel (252, Rue du Faubourg St.-Honoré; http://www.sallepleyel.fr/). Ingresso a 10.

 

Valor total: € 166

 

Veja também:

linkDez cidades. Com muito ou com pouco

linkMadri

linkLisboa

linkRoma

linkLondres

linkAmsterdã

linkBerlim

linkDublin

linkPraga

linkCopenhague

 

POR € 1.000

Dormir: Paris é pródiga em hotéis de alto luxo e você poderia gastar todo esse orçamento apenas com uma diária. Mas é possível reservar pela internet um quarto duplo no clássico Le Meurice (228, Rue de Rivoli; http://www.meuricehotel.com/) por menos de € 400. Central e discreto, o hotel passou recentemente por uma remodelação e tem um ótimo bar, além de um restaurante três estrelas Michelin, comandado pelo chef Yannick Alleno. Preço: a partir de € 395.

 

Comer: Os principais restaurantes da cidade têm menu de almoço com preço fixo. Então, faça o seguinte: almoce em algum desses locais especiais e jante em um estabelecimento um pouco mais informal. Uma excelente opção é o duas estrelas Carré des Feuillants (14 Rue de Castiglione; http://www.carredesfeuillants.fr/), com almoço a € 58. Um dos destaques no cardápio é a carne de vitela com canelone de cogumelos. Se quiser incluir vinhos, fica em € 85. Para jantar, escolha o Le Bistrot Paul Bert (18 Rue Paul Bert), com boa comida e ótimos vinhos a preço razoável. O menu com três pratos custa € 34 e a conta não vai passar de € 45, com bebida. Total: € 130.

 

Comprar: Na Merci (111 Boulevard Beaumarchais), você compra grandes marcas com desconto e ainda faz caridade - os lucros ajudam crianças pobres em Madagáscar. A dona é Marie-France Cohen, irmã da perfumista Annick Goutal. Frasco com 100 ml de perfume da marca sai por € 59.

 

Curtir: Faça um cruzeiro noturno pelo Sena. O ingresso custa apenas € 10, partindo a cada 30 minutos (entre 19 e 23 horas) da Pont de l’Alma (Compagnie des Bateaux-Mouches; http://www.bateaux-mouches.fr/). Depois, tome um drinque na cobertura do Hôtel Raphael, com vista panorâmica para a cidade iluminada (17 Avenue Kleber; http://www.raphael-hotel.com/). Ali se reúne a elite intelectual francesa. Dois mojitos saem por € 46. Total da noite: € 56.

 

Gastar: Apesar do nome oficial - Opéra National de Paris -, o Palácio Garnier (8 Rue Scribe; http://www.operadeparis.fr/) recebe muito mais que ópera. Durante o ano todo, a casa apresenta companhias de dança e orquestras. Se visitar essa bela construção - obra de Charles Garnier - já é imperdível, imagine assistir a um espetáculo por lá. Um bom lugar para uma apresentação de balé custa 85. Para se sentir um deus, invista na massagem ayurvédica no spa do lendário hotel Ritz (15 Place Vendôme; http://www.ritzparis.com/), por € 190.

 

Valor total: € 915

Mais conteúdo sobre:
Viagem Europa Paris

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.