Bárbara Ferreira Santos
Bárbara Ferreira Santos

Parque Yoyogi

Preparado com folhas de matcha descobertas há 800 anos, chá de matcha deve ser apreciado com típicos doces japoneses

Bárbara Ferreira Santos, O Estado de S. Paulo

10 Março 2015 | 03h00

No bairro de Harajuku, bem perto da estação de metrô de mesmo nome e ao lado do templo Meiji Jingu, fica o parque Yoyogi. Definitivamente, trata-se de um dos lugares mais ecléticos de Tóquio. 

Aos domingos, improváveis grupos de rockabilly, devidamente caracterizados com roupas pretas, óculos de sol e topetes, se reúnem na entrada do parque para dançar. Organizam-se em rodas que são logo cercadas pelos frequentadores e incluem a participação até de crianças e idosos nas performances. Enquanto assiste, vale se deliciar com os tempurás vendidos nas barracas da parte da frente do parque, por 500 ienes (R$ 11). 

Várias outras tribos se reúnem no Yoyogi: meninas fazem cosplay e gravam vídeos caracterizadas como os personagens mais famosos de anime do Japão, com direito a coreografias. Esportistas treinam, famílias levam crianças para brincar, jovens praticam dança de rua. 

Do lado de fora há ainda uma feira de roupas usadas, também aos domingos. Ali começa o caminho para a região de Omotesando, com ruas que reúnem as grifes internacionais. A rua principal, que dá acesso ao metrô de Harajuku, é conhecida como a Champs-Élysées de Tóquio. É para lá que os visitantes de diversos países da Ásia vão para comprar (e pagar bem por) itens de grifes famosas mundo afora. 

O Parque Yoyogi fica perto da estação de metrô Harajuku: 2-1 Yoyogikamizonocho, Shibuya. Telefone: 00-81-3-3469-6081; site: tokyo-park.or.jp/english 

Mais conteúdo sobre:
Japão Ásia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.