Passaporte cada vez mais carimbados

Você foi a Buenos Aires e se sentiu em São Paulo? Não se trata de mera impressão. O país vizinho recebeu 50% a mais de brasileiros neste ano. EUA e Europa também comemoram

Mônica Cardoso, O Estado de S.Paulo

20 Julho 2010 | 04h07

Argentina, Espanha, Alemanha e Estados Unidos, entre outros países, têm muito a comemorar. Ao mesmo tempo em que a Anac divulga por aqui o crescimento da demanda aérea do Brasil para o exterior, esses países contabilizam aumentos significativos no número de visitantes brasileiros em seus principais pontos turísticos.

Segundo a agência brasileira divulgou na semana passada, o movimento aéreo internacional aumentou 13,42% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2009. Crescimento que se refletiu, também, na emissão de passaportes: foram confeccionados 750 mil documentos de janeiro a junho, 30% a mais em relação ao mesmo período do ano passado. Alguém aí falou em dificuldade para agendar uma entrevista na Polícia Federal?

Destinos que estão, desde sempre, entre os sonhos de consumo dos brasileiros ficaram ainda mais concorridos. Caso da Argentina, que divulgou dados dos três primeiros meses deste ano, quando 280 mil brasileiros visitaram o país vizinho, 50% a mais que no ano passado.

A queridinha ainda é Buenos Aires. As estações de esqui de Bariloche e Las Leñas também disputam a preferência, além das vinícolas de Mendoza. E os argentinos esperam receber 1 milhão de brasileiros até dezembro. Com o câmbio favorável, somos os turistas que mais gastam no país.

Estados Unidos. Os parques temáticos levaram quase 200 mil brasileiros a Orlando só nos dois primeiros meses de 2010, número 30% superior ao do mesmo período do ano passado. E isso não é nem sombra da invasão em massa que ocorre em julho, estimulada pela dobradinha férias escolares (aqui) e verão (lá). Metade dos turistas brasileiros nos Estados Unidos foi para Orlando no ano passado. Além de consumir em hotéis e atrações, ainda voltam com sacolas cheias de pechinchas adquiridas nos outlets.

Europa. A França, principal destino turístico de brasileiros na Europa, não divulgou seus dados. Já Portugal comemora os 145 mil desembarques de visitantes do Brasil em Lisboa - porta de entrada e principal destino - nos três primeiros meses deste ano. O parentesco histórico e a facilidade de comunicação ajudam a explicar a avalanche. Por lá, os brasileiros gastaram nada menos que 64 milhões neste período. E visitaram, além da capital do país, Fátima, Porto e Coimbra.

Se o turismo na Alemanha atravessa uma boa fase, há uma parcela de participação verde e amarela. Mais de 80 mil brasileiros visitaram o país de janeiro a março, o que representa um aumento de 30% em relação ao mesmo período do ano passado. A maioria deles seguiu para Berlim, onde o número de pernoites nos hotéis subiu mais de 50%. A intensa vida cultural da capital alemã, além de seus bares e restaurantes descolados, são os atrativos. Munique e Frankfurt disputam a vice-liderança.

A Espanha recebeu 40 mil brasileiros entre janeiro e março - e a média de permanência no país vem aumentando. Madri e Barcelona continuam imbatíveis, mas começam a dividir espaço com Ibiza e Santiago de Compostela, por conta do caminho dos peregrinos. Já a dupla qualidade e preços baixos faz a alegria dos consumistas nos outlets.

A Grã Bretanha também abocanhou sua fatia do boom turístico brasileiro e atraiu, no começo do ano, 38 mil viajantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.