Felipe Mortara
Felipe Mortara

Passeios para mergulhar no mundo de Hollywood

Desde opções clichês (como a imperdível Calçada da Fama) a experiências cinematográficas que exigem mais tempo e dinheiro

Felipe Mortara, Especial para o Estado de S. Paulo

27 Fevereiro 2018 | 03h45

Pode ser um clichê turístico e tampouco está na lista dos lugares mais glamourosos de Los Angeles. Mas desembarcar na cidade-símbolo do cinema norte-americano e não conhecer a região um tanto cafona da Calçada da Fama é um pecado a não cometer. Como boas-vindas, um exército de atores fantasiados como personagens famosos – Batman, Wolverine, Homem-Aranha e até Mestre Yoda – posam para fotos em troca de dólares. Eis o tom do lugar.

Percorrer as mais de 2 mil estrelas distribuídas entre a Hollywood Boulevard e a Vine St. é cansativo e, sinceramente, não vale a pena. No site wakkoffame.com você pode buscar a localização exata de seu ídolo e para tirar sua sonhada foto. Ali também descobre-se quais serão as próximas cerimônias de inauguração de estrelas. Fãs de Star Wars, preparem-se: Mark Hammil (mais conhecido como Luke Skywalker) será o próximo a ganhar a sua, em 8 de março, às 11h30. 

Muitas dessas estrelas podem ser vistas ali não em carne e osso, mas em cera e tinta. O museu inglês Madame Tussauds tem uma filial, que a decotada Marilyn Monroe na porta não deixa o turista passar batido (US$ 24,99; madametussauds.com). Um mar de lojinhas de souvenir com estatuetas de todos os tamanhos, camisetas, chaveiros e outras quinquilharias disputará sua atenção com uma série de fast-foods, de pizza a tacos. Nada muito instigante, mas acabei optando pelo Calle hora da fome, escolhi a opção mexicana, mais cerveza Dos Equis, a US$ 12.50, no Calle Tacos (calletacos.com). 

Não faltarão abordagens para aderir a tours de carro para conhecer (do lado de fora, claro) as mansões de muitos figurões e ir até o melhor mirante para clicar o famigerado letreiro de Hollywood. O da Starline (starlinetours.com) custa a partir de US$ 45 e vale se você encarar a experiência como um mico divertido. Para chegar de fato aos pés das letras imensas, com 15 metros de altura cada, será preciso encarar 2,5 horas de caminhada guiada (desde US$ 52 ou R$ 163, com a Bikes and Hikes LÁ; bikesandhikesla.com). 

Se tiver um pouco mais de tempo (e alguns dólares a mais para investir), complete sua experiência cinematográfica fazendo os tours a alguns dos estúdios. No da Warner (wbstudiotour.com; US$ 65 ), a experiência dura 2 horas e é bastante interativa – o guia pergunta no começo do passeio sobre as séries e filmes favoritos do grupo e faz questão de enfatizar detalhes de gravação dos citados. 

Na Universal (universalstudioshollywood.com; US$ 109), o passeio pelo estúdio é uma das atrações do parque, com direito a sustinhos causados por King Kong e o tubarão de Steven Spielberg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.