Passes urbanos: quais valem a pena?

Toda grande cidade oferece passes para visitantes. Eles podem ser de dois tipos. Os mais turísticos são aqueles vinculados a ônibus que fazem citytour no esquema hop on-hop off (você salta quando quiser e toma o próximo que passar). Os passes costumam dar descontos em atrações como parques de diversão e museus de cera - mas não livram da fila da bilheteria. Prefiro os mais sérios, que incluem museus (sem enfrentar fila) e transporte público (que é sempre um jeito mais interessante de explorar uma cidade).

Ricardo Freire,

05 Junho 2012 | 03h22

Dois ótimos passes são o Paris Museum Pass, que franquia a entrada a praticamente de todos os museus da cidade (dando motivos para você flanar ainda mais) e o Roma Pass, que tira você da fila do Coliseu e oferece três dias de transporte público.

Você acha uma boa alugar casa em Orlando? Vou com criança de dois anos. Em dezembro estará muito frio em Washington? (Cláudia, São Paulo)

Alugar apartamento quando se viaja com criança traz vantagens óbvias. Mas a limpeza é por sua conta. Uma solução intermediária é se hospedar em hotéis com minicozinha (pense em redes como Marriott Fairfield Inn & Suites). Para enfrentar o frio do norte dos Estados Unidos, compre casacos revestidos com penas.

Qual a melhor época para ir à Disney? Quanto dias de permanência você recomenda? (Paulo Roberto, Rio de Janeiro)

As épocas mais cheias são o fim do ano (entre Natal e réveillon), ao redor da Páscoa, em julho e nos feriadões americanos. Janeiro, fevereiro (quando pode estar frio) e setembro (quando pode haver furacões) são épocas mais calmas. Fique pelo menos sete dias. Programe um parque por dia e não misture parque e compras.

* Acompanhe o caminho do colunista em viajenaviagem.com

*Envie sua pergunta para viagem.estado@grupoestado.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.