Patins e tobogã aquecem mercados de Natal em Berlim

BERLIM - Entre um e outro museu, este e aquele ponto turístico, um bar aqui e outro ali, lá estão eles. Nesta época do ano, ao menos 80 mercados de Natal surgem em Berlim. Assim, fica fácil visitar atrações clássicas e, ao mesmo tempo, mergulhar na tradição.

Lilian Venturini, O Estado de S.Paulo

23 Dezembro 2014 | 02h05

O maior deles, o Gendarmenmarkt, fica no Mitte, perto do Portão de Brandemburgo e outros ícones da cidade. Localizado entre a Sala de Concertos e o conjunto das catedrais Alemã e Francesa, o mercado chama a atenção por sua árvore de Natal de 20 metros, que ajuda a iluminar as 150 barracas do local.

Trata-se de uma das poucas feiras que cobram entrada (1 euro), mas a diversidade de produtos e os bons restaurantes fazem valer o ingresso. Para esquentar, peça o glüwein, o vinho quente alemão - há também as tradicionais cervejas alemãs para quem não se importa com o frio.

Se a fome bater, não faltarão opções. Pratos feitos com carne de pato, salsichas e sopas são comuns - você gastará de 3 a 12 euros. De sobremesa, biscoitos, bolos e frutas caramelizadas deixam o turista com água na boca.

De barriga cheia, aprecie o artesanato, responsável por boa parte da magia dos mercados. No Gendarmenmarkt, é comum ver os artesãos trabalhando ali mesmo, enquanto você se perde na variedade de detalhes e materiais à disposição.

Assim como na Áustria, os enfeites natalinos de madeira se destacam: mandalas, presépios e os mais variados tipos de papais noéis, a preços que começam em 1,50 euro. Há também barracas de roupas e joias - à noite, ocorrem apresentações musicais.

Extras. Algumas feiras se diferenciam pelas atrações extras. Na Potsdamer Platz, por exemplo, há um tobogã de gelo (rodelbahn) de 12 metros de altura - custa 1,50 euro, para escorregar uma vez, ou 10, para ir 10 vezes no brinquedo.

Ainda no Mitte, a roda-gigante é a marca do mercado em frente à sede da prefeitura - do alto, uma bela panorâmica da cidade. Há ainda pista de patinação ao redor da Fonte Netuno, passeio de trenzinho e até pôneis - as atrações não custam mais de 4 euros. Já no da Alexanderplatz, há carrossel e pista de patinação.

A iluminação é o diferencial na feirinha em frente ao Palácio de Charlottenburg. Já no descolado bairro de Prenzlauer Berg, o mercado do Kulturbrauerei (antiga fábrica de cerveja que virou centro cultural), de nome Lucia, se dedica a resgatar a cultura escandinava, com comidas e músicas típicas da Dinamarca, Finlândia e Suécia.

Para os moderninhos, a dica é seguir para Friedrichshain, região da East Side Gallery. Ali, o mercado Holy Heimat atrai o público jovem, com música ao vivo e DJs. Entrada: 2 euros.

Mais conteúdo sobre:
Berlim mercados de Natal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.