Adriana Moreira/AE
Adriana Moreira/AE

Pedido de casamento entre as geleiras

Adriana Moreira - O Estado de S.Paulo,

12 Dezembro 2011 | 22h00

Que Paris e Veneza sejam destinos românticos não há dúvidas. Mas... Antártida? Por incrível que pareça, não é incomum que namorados apaixonados peçam a mão de suas amadas em meio a icebergs e pinguins.

Foi o que fez o holandês Sten Borst, de 29 anos, em uma ilhota gelada da Baía Wilhelmina. Depois de um ano viajando com Madeleine Kod, de 27 (sua namorada há 12), ele decidiu que aquele seria o lugar ideal para o pedido.

Sten e Madeleine foram os únicos a desembarcar do zodiac durante o tour pela baía. Ganharam cinco minutos de privacidade, até o bote voltar para buscá-los com um coro de "beija, beija". "Foi totalmente inesperado", contou ela, com lágrimas nos olhos, depois de dizer o "sim".

E não foi o único caso da viagem. O alemão Tobias Niermann preparou a cabine com champanhe e flores para pedir a mão de Isabel Carrillo, depois de dez anos juntos. O anel foi comprado semanas antes, quando o casal visitava o Brasil. "Estava esperando o momento certo", disse.

SAIBA MAIS:

Pacotes: no blogs.estadao.com.br/viagem

 

Mais conteúdo sobre:
Polo Su Antártida

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.