Piscina com golfinhos, tobogãs e muita água

Aproveite as altas temperaturas do mês de julho e divirta-se a valer nas atrações molhadas

Carla Miranda, ORLANDO

15 Junho 2010 | 02h21

 

Mais querida. A famosa baleia Shamu tem um público fiel. Foto: Carla Miranda/AE

 

Num parque, golfinhos esperando para nadar com seu filho. No outro, uma espécie de forte cercado de piscinas e jatos d"água. E o terceiro, ah, até pode ser mais radical, mas tem área infantil de deixar as crianças maluquinhas. Somando isso tudo a temperaturas que passam facilmente dos 30 graus em julho, torna-se inevitável dedicar pelo menos dois dias aos parques aquáticos de Orlando. 

 

SeaWorld

Shamu Express

O parque que dá nome ao grupo - inclua aí Aquatica, Discovery Cove e Busch Gardens, na vizinha Tampa (leia mais na página 12) - não está muito diferente de outros tempos. A maior novidade por lá é a megamontanha-russa Manta, que simula os movimentos de uma arraia e na qual as crianças nem podem pensar em ir (ao contrário de você, que precisa encarar aquelas curvas). Isso não significa que os garotos ficarão sem sua adrenalina. Leve-os à Shamu Express, versão mais amigável do brinquedo. Os carrinhos têm a forma de baleia e garantem a diversão de quem tem pelo menos 96 centímetros.

Clyde and Seamore Take Pirate Island

Palhaços vestidos de pirata, leões-marinhos, morsa e uma endiabrada lontra que rouba o mapa do tesouro fazem um enredo interessante até para os menores, que entendam pouco de inglês. Programe-se para pegar um lugar na frente.

Believe

O show que coloca praticamente lado a lado baleias e treinadores continua um dos mais concorridos do parque - e também um dos mais molhados, basta ficar nas primeiras filas para conferir. Depois do trágico acidente ocorrido no início do ano, quando uma orca matou uma treinadora, várias precauções foram tomadas. Shamu Rocks (aquela nossa velha conhecida) é outra atração de destaque.

 

Veja também:

Esta é a vez deles

Princesas, mais princesas e algumas fofuras

Heróis do cinema dão o tom das atrações

Emoção sem deixar você de cabelo em pé

 

 

Aquatica

Walkabout Waters

Prepare-se para ver seu filho tropeçando por pura ansiedade, só de ver o imenso e colorido brinquedão, como aqueles dos shoppings, cercado por água. Com formato de forte, a atração tem pistolas d"água, pequenos tobogãs, escadas e redes que levam para cima e para baixo. Sem falar num enorme balde, que derruba litros e mais litros de uma hora para outra. Se depender da garotada, você mal vai ver o restante do parque (o mais novo do gênero, inaugurado em 2008), o que seria uma pena. Tente algum tipo de revezamento no cuidado com as crianças para que pai e mãe aproveitem o Dolphin Plunge, no qual você desce numa espécie de canudo transparente que passa por uma piscina onde estão os golfinhos. Para maiores de 1,22 metro.

Roa"s Rapids

Coloque o colete salva-vidas no seu filho e se jogue nesta correnteza, que percorre parte do Aquatica, com duas opções para entrar e sair da atração. Segure bem na mão do pequeno: há o risco de ele se sentir à vontade suficiente para tentar se desvencilhar de você, achando que pode encarar a aventura sozinho. Procure chegar cedo: depois que o Aquatica atinge a lotação máxima, algo comum em julho, só haverá como entrar quando alguém sair.

Discovery Cove

Nesta espécie de day resort - você paga um preço único para entrar no parque e fazer as refeições -, a palavra da vez é interação com os animais marinhos. A experiência das experiências atende pelo nome de nado com golfinhos, para quem tem mais de 6 anos. Já os menorzinhos se divertem admirando peixes e arraias (sem ferrão) com auxílio de snorkel e máscara. Entrar no parque requer reserva. Em julho, o pacote com golfinhos sai por a partir de US$ 289 e o sem golfinhos, por US$ 199.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.