Natália Zonta/AE
Natália Zonta/AE

Poder relaxante dos sais

Ainda na Antiguidade, os romanos descobriram os efeitos benéficos das águas de Archena, a 24 km de Múrcia.

Natália Zonta, O Estado de S.Paulo

23 Junho 2009 | 02h17

Ricas em sais minerais, elas aliviam males e relaxam mentes cansadas. Por lá, construíram imensas termas, hoje transformadas em um complexo de hotéis dedicados à saúde e à beleza.

Archena é assim: feita para quem quer descanso. Não há centro turístico, lojas de suvenires, nada. Só há hotéis e (muitas) piscinas. Jatos fortes d'água, jacuzzis e saunas são as atrações da cidade no Parque de Valle Ricote.

São três opções de hospedagem, uma ao lado da outra. Todos os complexos têm entre quatro ou cinco estrelas, além de spa. Se hospedar em qualquer um deles dá direito a usar o balneário conjunto sem pagar nada a mais. Lá você encontra grandes piscinas aquecidas, uma com correnteza. Na mesma área há um spa mais exclusivo, com tratamentos pagos à parte.

 

Veja também:

linkOnde dois mundos se encontram

linkFortaleza que virou cartão-postal

linkCorrida de cavalos em ruas medievais

linkCartagena de praias e histórias

linkLa Manga, um capricho natural

Balneario de Archena: www.balneariodearchena.com. Diária a partir de 135 (R$ 369)

Mais conteúdo sobre:
Viagem Múrcia Espanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.