Pontualidade

Você marca aquela reunião no Rio, contando com a rapidez da ponte aérea, e se programa para voltar a São Paulo no mesmo dia. Mas, ao chegar para o embarque, descobre que a neblina mais uma vez está sobre o Aeroporto Santos Dumont. Pronto: todo o planejamento do seu dia vai por água abaixo – e também sua felicidade.

Mônica Nóbrega, O Estado de S. Paulo

29 Março 2016 | 04h00

Fica fácil entender por que a pontualidade é um dos três macrofatores que mais influenciam a percepção de satisfação dos passageiros em relação ao voo, segundo a fórmula criada pela matemática Eugenia Cheng, da inglesa Universidade de Sheffield, para o buscador de voos Skyscanner. Para não se estressar, nosso conselho é evitar marcar compromissos em que a pontualidade do voo seja fundamental. Mas se for inevitável, siga alguns conselhos simples.

LEIA MAIS: Saiba como usar suas milhas da melhor forma

Meteorologia. No balanço das horas (e das nuvens) tudo pode mudar, mas checar a meteorologia um dia antes vai prepará-lo para possíveis dissabores – e, quem sabe, você poderá remarcar aquele compromisso para outra data. No site Clima de Viagem da Climatempo, é possível consultar a previsão específica para sete aeroportos do País e ter dicas sobre diversas cidades turísticas. Já na página do Centro de Previsão e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec-Inpe), a previsão é ainda mais detalhada, embora os gráficos possam ser confusos para a interpretação de um leigo. 

Cheque o status do voo. Controlar os humores do clima é difícil e independe da vontade das aéreas. Mas, para reduzir as chances de passar raiva no aeroporto, consulte antes de sair de casa o status do voo – confirmado, atrasado ou cancelado – em português, no site da Infraero: bit.ly/viainfraero. Se estiver fora do Brasil, o Flight Radar mostra voos em tempo real do mundo todo – você também pode baixar o aplicativo para iOS, Android e Windows. 

Escolha da companhia. É verdade também que algumas empresas são mais pontuais que as outras. No relatório anual da consultoria inglesa OAG, que reúne dados de 900 companhias e 4 mil aeroportos pelo planeta, a brasileira Azul foi a terceira mais pontual do mundo em 2015, com 91,03% de pousos efetivamente realizados no horário marcado. Ficou atrás da Air Baltic, da Letônia (94,39%), e da panamenha Copa (91,69%). Se quiser conferir a posição de outras empresas, baixe o relatório: bit.ly/puncleague.

Outro relatório internacional, da consultoria americana Flighstats, indicou a TAM e a Avianca (respectivamente, em 7º e 10º lugares) entre as companhias aéreas de grande porte mais pontuais do mundo no ano passado, em um ranking que só não considera as empresas dos Estados Unidos. Com 89,44% de aterrissagens pontuais, a Japan Airlines ficou em primeiro lugar – a TAM obteve 85,98% e a Avianca, 85,32%. A empresa faz atualizações mensais dos status das companhias – acompanhe em flightstats.com (clique no menu Tools e em Airline Performance Report).

Vale dizer que o conceito de pontualidade em ambos os relatórios admite uma tolerância de até 15 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.