Praia no resort e aventura na savana

Rustenburgo é uma das mais visitadas graças ao Sun City

Ana Paula Galli, Especial para O Estado

15 Dezembro 2009 | 02h15

Com apenas 300 mil habitantes e uma pequena área urbana, Rustenburgo (www.rustenburg.co.za) - que em holandês significa cidade do descanso - é talvez a menor entre as nove cidades-sede da Copa. Aos pés das majestosas Montanhas Magaliesburg, com até 1.800 metros de altitude, a cidade abriga uma das mais ricas tribos do país, a Bafokeng Nation.

Rustenburgo - que fica a 113 km de Pretória e a 121 km de Johannesburgo - é um dos locais mais visitados da África do Sul. Tudo isso graças ao Sun City Resort, tido como o mais luxuoso complexo turístico do continente. Lá não faltam opções de lazer. Cassinos, cinemas, restaurantes, campo de golfe, parque aquático com praia artificial e ondas de até 2 metros de altura e 25 hectares de mata nativa, para os hóspedes admirarem a savana, são alguns dos atrativos do resort.

VEJA TAMBÉM:
Com vocês, a seleção titular
Roteiro canarinho
Jo\'burg, a São Paulo deles
\'Inglesa do interior\' vai virar megalópole
Nelspruit é a portaria do safári
Tribos e cavernas na cidade dos baobás
Mar e sol? Vá para Durban
Bloemfontein, pit stop seguro

História e lazer em Port Elizabeth

 

Cidade do Cabo e da esperança

Deliciosa rota dos vinhos
Kruger, um exagero
Aproveite para dar uma esticadinha

Também não deixe de visitar a antiga fazenda do ex-presidente Paul Krueger e a reserva Paul Bodenstein Park.

ONDE FICAR

Se a ideia é se hospedar em um ponto central, a opção é o Boschdal Guest House (www.boschdal.co.za), que oferece quartos amplos e preços acessíveis - diárias a partir de R$ 175. A 30 quilômetros da cidade fica a mais luxuosa opção de hospedagem das redondezas, o hotel seis estrelas The Palace of the Lost City, dentro do Sun City Resort (www.suncity.co.za). As diárias podem chegar ao equivalente a R$ 7 mil. O complexo reúne, ainda, outras três opções de hospedagem, o luxuoso The Cascades, The Sun City e o casual The Cabanas .

 

O ARTESANATO

O artesanato africano pode ser encontrado na Rustenburg Ramble. No centro da cidade, o lugar é conhecido como a rota das artes e do artesanato. Repleta de galerias de arte e lojas, a região reúne também opções de restaurantes e lanchonetes, e é o lugar perfeito para comprar as tradicionais lembrancinhas de viagem.

 

MUST SEE

Apreciar bandos de antílopes em seu hábitat natural é uma das possibilidades oferecidas pelo passeio na reserva natural de Rustenburgo. O parque de mais de 5 mil hectares de savana, a 15 quilômetros da cidade, é perfeito para quem quer aventura. As excursões duram um dia e são feitas no carro do próprio visitante. A entrada custa R$ 5 por pessoa. O acampamento é permitido e custa R$ 15 por pessoa.

Jogar golfe no campo mais famoso da África do Sul é um luxo que só quem visita Rustenburgo pode usufruir. O campo de golfe Gary Player, no complexo Sun City, tem 18 buracos e diversos obstáculos. Nele acontece o mais importante campeonato da modalidade no país, o torneio Nedbank Million Dollar. Taxas a partir de R$ 140.

 

ESTÁDIO

Com capacidade para 42 mil pessoas, o estádio Royal Bafokeng foi construído em 1995 para sediar o Mundial de Rúgbi, um dos esportes mais populares da África do Sul. Na Copa de 2010, o lugar será palco de cinco jogos da primeira fase e de uma disputa das oitavas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.