Ricardo Freire/Estadão
Ricardo Freire/Estadão

Praias da Bahia: no caminho certo

De janeiro para cá passei mais de 60 dias zanzando pelo litoral baiano. Gostei muito das obras de requalificação que encontrei por toda a costa. A transformação mais notável ocorreu em Morro de São Paulo, que teve o centro calçado e ganhou deques nas praias. Ao norte de Salvador, a praia de Imbassaí foi urbanizada com discrição. Na região de Porto Seguro, Caraíva comemorou seu quinto verão com luz elétrica por cabeamento subterrâneo, mantendo a mesma personalidade do tempo dos geradores. Arraial d’Ajuda segue no seu papel de antídoto a Porto Seguro. Já a Praia do Forte, com sua política de choque de ordem permanente, com tolerância zero, hoje se parece mais com um shopping do que com uma vila de pescadores – mas basta ver o que aconteceu com outras praias próximas a capitais, como Porto de Galinhas, para ver que o pior foi evitado.

Ricardo Freire,

24 Abril 2013 | 14h07

 

Pretendo ir da Itália à Croácia de carro. Quais são as travessias mais convenientes por ferryboat? (Paulo, Campinas)

É muito bom estar de carro no litoral croata, para não depender da combinação de ônibus regionais e locais. Ancona, a 300 quilômetros de Roma ou 330 quilômetros de Florença, é o melhor ponto de saída da Itália, com linhas para Split (pelas aéreas Blue Line, Jadrolinija e Snav) e Stari Grad (Bue Line e Jadrolinija). Estando no sul da Itália, pegue o ferry de Bari a Dubrovnik (Jadrolinija).

 

Estarei em Washington com dois filhos (7 e 9 anos). Que passeios recomenda, além de Six Flags e Smithsonian? (Luiz Antonio, São Paulo)

Considerem visitar dois braços do Smithsonian: o Museu de História Americana (onde estão expostos itens caros a crianças brasileiras, como os sapatinhos da Dorothy e o chapéu de Michael Jackson) e o incrível Museu Aeroespacial. O Zoo também merece a visita. Um bate-volta à Filadélfia vale pela experiência de pegar o trem e pela aula de história americana ao vivo.

Mais conteúdo sobre:
Turista Profissional, Bahia, Viagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.