Preciosa baía de lendários dragões

Preciosa baía de lendários dragões

Segundo a lenda, as 1.969 ilhas que fizeram da Baía de Halong uma das novas maravilhas do mundo foram criadas por um dragão que vivia nas montanhas e decidiu descer para o mar. No caminho, foi batendo sua enorme cauda entre os vales. Depois que ele afundou, os lugares destruídos foram preenchidos pela água esverdeada, com apenas alguns pedaços de terra visíveis. Em outra versão, as ilhas seriam pedras preciosas cuspidas pelo dragão e seus filhotes, que se transformaram em contato com a água.

HALONG, O Estado de S.Paulo

23 Julho 2013 | 02h19

Ha Long, algo como "onde o dragão desce para o mar", ganhou da Unesco em 1994 o título de Patrimônio da Humanidade. Localizada em meio ao Golfo de Tonkin, suas ilhas são nomeadas de acordo com seus diferentes formatos - Voi (elefante) e Ga Choi (galos brigando), por exemplo.

A melhor forma de chegar lá é fechando um pacote em Hanói - há várias agências de turismo no bairro antigo. Este certamente será um dos passeios mais caros no país: dois dias e uma noite, em suíte para duas pessoas em um barco, custa cerca de US$ 160. As refeições estão incluídas e a agência se encarrega do transporte até Halong City, a 3 horas de Hanói.

Com o tour mais longo, é possível ir até uma área mais reservada da baía (onde não há tantos turistas), passear de caiaque, conhecer uma aldeia de pescadores flutuante e também uma fazenda de ostras, onde se "fabricam" pérolas. Há opções que duram apenas uma tarde, mas são 6 horas de estrada para ficar 4 horas no barco. Sinceramente? Não compensa. /A.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.