Prepare o esqui, pois a neve já começa a cair no Hemisfério Norte

Troque o verão tropical pelas temperaturas negativas e se esbalde nos charmosos e badalados resorts

Camila Anauate, O Estado de S.Paulo

28 Outubro 2008 | 02h35

Pode parecer loucura trocar o verão tropical - e o sol, a praia e o mar - por lugares onde a temperatura está muito abaixo de zero. Mas para cerca de 80 mil brasileiros é essa experiência gelada que dá graça às férias. São turistas capazes de rodar o mundo para encontrar a neve perfeita em um resort de esqui charmoso e badalado. E que aguardam com ansiedade a chegada do mês de novembro, início da temporada do esporte no Hemisfério Norte.   Veja também: Aspen, a eterna queridinha dos brasileiros Um pouco de tudo em Park City As pistas fervem na agitada e festeira Vail Gigante canadense 'estaciona' no topo do ranking Charme no melhor estilo francês Escolha o roteiro para suas férias na neve Chile e Argentina: bons e baratos O número de esquiadores brasileiros dobrou nos últimos dez anos, segundo o diretor da operadora Ski Brasil, Eduardo Gaz. "Não apenas porque a situação financeira das pessoas melhorou, mas pela desmitificação do esqui, que sempre foi visto como uma atividade exclusiva para milionários." O diretor da Snowtime, Sylvio Monti, concorda e explica que os brasileiros encontraram no esqui um programa acessível e atraente para toda a família. "As estações são resorts temáticos como os da Disney", afirma. "Há atividades para todos se divertirem juntos na montanha." De acordo com Monti, a experiência é tão positiva que 80% dos turistas repetem a viagem. O resultado é um mercado que cresce cerca de 25% ao ano, segundo dados do diretor da Interpoint, Frederico Levy. E, por ter público tão fiel, acaba sendo comparativamente menos sujeito aos humores do dólar - apesar de o sobe-e-desce da moeda americana estar deixando tonto até o ski lift que leva ao topo da montanha. Os Estados Unidos ainda são o destino preferido dos esquiadores brasileiros, com destaque para Aspen. Só o programa American Airlines Ski Club, que reúne as 15 principais montanhas americanas e as operadoras brasileiras especializadas em esqui, espera levar 13 mil brasileiros para o país nesta temporada de inverno. No ano passado, foram 7.500. Temporada A neve já começou a cair nas estações da América do Norte e da Europa, que abrem as portas no início do mês e devem continuar em plena atividade até meados de abril. Quem for esquiar vai encontrar, como sempre, milionárias novidades. Para atrair visitantes, os principais resorts fazem investimentos pesados em hotéis e opções de après-ski, como bares e boates. Atividades que tornam a temporada interessante também fora das pistas. Na edição deste ano, pedimos que quatro experts em neve indicassem os melhores resorts da América do Norte. O jornalista do Grupo Estado Felipe Machado; o presidente da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), Stefano Arnhold, e os snowboarders Isabel Clark e Felipe Motta apontaram seus resorts favoritos em cinco categorias: pista para iniciantes, pista para experientes, après-ski, infra-estrutura e atividades extras. O resultado você pode ler nesta e nas próximas páginas - um quadro no início da reportagem indica em que categorias os resorts foram citados. Assim como as novidades nas mais badaladas estações européias.  

Mais conteúdo sobre:
neve Viagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.