Gerald Herbert/ AP
Gerald Herbert/ AP

Qualquer espaço vale quando a ideia é badalar como os locais

De bares em terraços bem posicionados à eclética U Street, muitas alternativas para uma animada happy hour

Amanda Romanelli - O Estado de S. Paulo,

23 Agosto 2011 | 09h52

WASHINGTON - Uma frase ouvida em Washington pode surpreender quem vê a capital americana apenas como um conglomerado de prédios governamentais. "Esta é uma cidade do século 18, mas que vive totalmente o século 21."

 

Aberta para a influência de gente que vive lá, mas nasceu ao redor de todo o globo, Washington mostra que qualquer espaço pode ser usado para se divertir. Com o sol que se estende até perto das 20 horas, o verão é um convite para a happy hour. Que pode acontecer em bares, praças e até ao lado da Casa Branca.

 

Os terraços dos descolados hotéis de DC são locais para encontros e excelentes mirantes. Com vista privilegiada para a atual residência dos Obamas, o W Washington (starwoodhotels.com)tem em seu terraço o P.O.V., bar e restaurante em que é possível admirar a Casa Branca e seus jardins, bem como o Monumento a George Washington. Preços são salgados – drinques por US$ 15 –, e há fila, mas a vista compensa.

 

Outra opção é o ADC, bar instalado no deck da piscina do Donovan House (thompsonhotels.com). Em área descoberta, tem animada happy hour das 18 horas até depois da meia-noite. Do 14.º andar, a vista para o Thomas Circle Park, confluência de avenidas no centro, é deslumbrante.

 

O Hirshhorn (hirshhorn.si.edu), dedicado à arte contemporânea, é um dos museus mantidos pelo Instituto Smithsonian. Uma vez por mês, recebe a After Hours, festa das 20h à oh.

 

Ao ar livre. A animação na capital não está restrita a lugares fechados. Na U Street, é possível conhecer um pouco do ecletismo da cidade nas galerias de arte, restaurantes, bares e clubes. A via ficou conhecida, nos anos 1950, como a Broadway Negra, por suas casas de jazz. Depois, virou o destino da maciça imigração africana, especialmente da Etiópia. Até os anos 1990, era considerada uma das áreas mais violentas da cidade.

 

O processo de revitalização terminou há dez anos. E a U Street tornou-se um dos lugares mais badalados de Washington. Preserva, porém, um símbolo de toda essa história no número 1213. O Ben’s Chili Bowl (benschilibowl.com), fundado em 1958, é um patrimônio da cidade, célebre por seu half-smoke – cachorro-quente turbinado com molho chilli e ervas – apreciado até pelo presidente Obama, que fez questão de visitar o local em seu primeiro dia em Washington.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
ViagemEstados UnidosWashington

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.