PUBLICIDADE

Quatro países em um piscar de olhos

Trens circulam a 320 km/h na recém-inaugurada linha TGV Leste, que liga França, Alemanha, Suíça e Luxemburgo

Carla Miranda, O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2007 | 01h35

Se você adora andar de trem na Europa - porque é um tipo de transporte diferente, eficiente, rápido e pontual -, prepare-se para ficar ainda mais fã. A nova Linha TGV Est Européen, que começou a funcionar em 10 de junho, faz um upgrade em todas essas qualidades, principalmente no quesito velocidade. Os passageiros viajam a até 320 km/h por uma malha que liga quatro países: França, Alemanha, Suíça e Luxemburgo. Trocando em miúdos, quem precisa ir de Paris a Frankfurt, por exemplo, agora gasta apenas 3h50, em vez de seis horas (veja quadro abaixo).Também saíram ganhando os trajetos locais. Só a França conta com 2 mil quilômetros adicionais de linhas, facilitando o transporte interno. Para o turista, uma ajuda e tanto. Agora, 45 minutos separam Paris de Reims, a deliciosa capital do champanhe. Até Nancy e seu centro histórico do século 18 - Patrimônio da Humanidade da Unesco - você leva 1h30.A aposta é que o TGV Est vai conseguir ''''roubar'''' uma parcela de passageiros de outros meios de transporte, como as companhias aéreas de baixo custo e os carros (próprios ou alugados), fechando o ano com 11,5 milhões de pessoas transportadas - 20% estrangeiros. Um dos argumentos usados a favor dessa migração é o conforto.Em vez de viajar apertado na econômica do avião, você pode optar pela segunda classe de um trem, bem mais espaçosa. E há mais lugar para as malas - algo fundamental para os turistas brasucas, que costumam andar pelo mundo carregados de bagagem. Um detalhezinho à toa: nos trens franceses, a decoração foi feita por ninguém menos que o badalado Christian Lacroix, num estilo modernoso.O preço também é atraente. Os trechos entre as capitais custam a partir de 84, com desconto para crianças, jovens e idosos. É o caso da viagem entre Paris e Luxemburgo. Quer melhor oportunidade para ver de perto as milenares fortalezas da cidade?ROTASPara ajudar os turistas a aproveitarem os benefícios do TGV Est, a Maison de la France e o Centro de Turismo Alemão montaram sugestões de roteiros conjuntos. Uma idéia interessante, especialmente para quem gosta de vinho, é começar em Paris, passando pelas regiões da Borgonha e da Alsácia, e depois visitar Frankfurt. Ou sair da capital francesa rumo às belezas da Rota Romântica, no sul da Alemanha.No Brasil, os bilhetes do TGV Est estão sendo vendidos por quatro operadoras: CIT, CWT, Século XXI e TT Lufthansa. Mais informações nos sites: TGVERTEURIPEEN, FRANCE GUIDE E VISITE ALEMANHA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.