Quer economizar? Vá devagar

Vou a Las Vegas. Em quatro dias eu poderia visitar o Grand Canyon e o Monument Valley, de carro? (Paulo Augusto, São Paulo)

RICARDO , FREIRE, O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2011 | 03h08

Para fazer o roteiro que você imagina seriam necessários cinco dias inteiros, por baixo - começando em Las Vegas e terminando em Denver. Com quatro dias, pegue um voo a Moab, em Utah; de lá são 240 quilômetros até Monument Valley. Pernoite no parque ou em Kalenda. Então prossiga ao South Rim, mais 290 quilômetros. Passe duas noites e use o último dia para voltar com calma até Las Vegas (450 km).

Vou para Hong Kong e terei, ao todo, 18 dias, mas gostaria de aproveitar para conhecer também outros países. O que você sugere? (Alexandre, São Paulo)

Não tente destrinchar um subcontinente em duas semanas. Pesquise sobre os lugares e selecione os que mais despertarem o seu entusiasmo. Permanências mínimas ideais: três dias em Hong Kong, Xangai ou Siem Reap (Angkor); quatro dias em Bangcoc, Pequim ou Hanói com baía de Halong; duas semanas para o Vietnã de norte a sul. Não conte os dias dos deslocamentos: são perdidos.

Há quem pense que está rentabilizando sua verba de viagem ao dar um jeito de encaixar vários destinos num mesmo itinerário. Quando isso envolve longas distâncias, porém, o pinga-pinga acaba se revelando contraproducente e antieconômico. Deslocar-se custa caro - muitas vezes, a soma dos deslocamentos internos sai mais caro do que a própria passagem até o lugar.

Além disso, quem passa muitos dias em trânsito joga fora horas preciosíssimas das férias. Sem falar que muitas vezes esses périplos picadinhos apenas servem para ter certeza de que será preciso voltar com calma. Meu conselho: vá com calma desde a primeira vez. Sai mais barato e você curte muito mais.

* Acompanhe o caminho do colunista em viajenaviagem.com. Esta semana Ricardo Freire continua na Suíça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.