Refúgio mineiro de Milton, com aroma de café

"Vem depressa, na estação / Pra ver o trem chegar / É dia de festa..." Na canção Três Pontas, de seu disco inaugural Travessia (1967), Milton Nascimento celebra a cidade que o viu crescer e começar a carreira.

O Estado de S.Paulo

04 Setembro 2012 | 03h08

Bituca, como Milton ficou conhecido na cidade mineira, não nasceu ali. Mas foi homenageado com o centro cultural que leva seu nome (Rua Celso Gazola, 23). E volta sempre que pode: o próximo show em Três Pontas será em 8 de setembro, parte da turnê comemorativa de seus 50 anos de carreira. Ingressos a R$ 40. Mais: ingressos@maroloproducoes.com.br.

Outro filho famoso da cidade é o jazzista Wagner Tiso, que, nos anos de 1960, também fez parte do movimento Clube da Esquina.

A 290 quilômetros de Belo Horizonte, Três Pontas tem turismo rural - há quem a chame de capital mundial do café - em fazendas abertas a visitantes. O Hotel Fazenda Pedra Negra (www.fazendapedranegra.com.br) tem museu e nove quartos na casa de 1880.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.