Regras para trazer produtos ao Brasil

Foi publicado com erro o quadro O que trazer referente à reportagem Dois em um (http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,dois-em-um--,1041075,0.htm, Viagem, 11 de junho), sobre a Suíça. Não é permitido trazer queijos do exterior ao Brasil, alertou o leitor Marcelo de Andrade Mota, chefe do Serviço de Vigilância Agropecuária Internacional no Aeroporto de Guarulhos. “Nem os que são vendidos no free shop”, diz.

O Estado de S.Paulo

18 Junho 2013 | 02h12

Mota esclarece que até existe um meio: obter um Certificado Sanitário Internacional, emitido pela autoridade sanitária do país de origem do produto, segundo regras previamente combinadas com o Ministério da Agricultura brasileiro. Na prática, um processo pouco acessível a um viajante comum.

Carnes, embutidos, mel, flores e frutas estão na mesma situação. Pães, doces, compotas e conservas podem ser trazidos, bem como bebidas alcoólicas em geral, lacradas.

O Ministério da Agricultura tira dúvidas na internet (www.agricultura.gov.br, no banner Copa das Confederações) e pelo telefone (0800-704-1995, que só funciona em território nacional). Na dúvida, saboreie seu queijo gruyère lá mesmo, onde ele foi fabricado – e traga as lembranças.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.