Renda-se à mesa farta de Whitstable

Com ostras e outras delícias, vila conquista pelo estômago

Benji Lanyado, The New York Times

31 Março 2009 | 02h42

Uma viagem a Whitstable, a cerca de uma hora e meia de Londres, deve começar de estômago vazio. Chegar a essa cidadezinha à beira-mar, na ponta sudeste da Inglaterra, sem um apetite enorme seria quase um sacrilégio.

 

Comer, beber, comprar: tomar uma caneca de cerveja no centenário pub Old Neptune (acima) e caminhar entre as butiques mais chiques de Harbour Street são passatempos indispensáveis na vila litorânea

A visita começa na High Street, uma estrada estreita ladeada por lojas que ainda exibem o nome dos seus fundadores. Entre as fileiras tortas de casas de enxaimel de estilo vitoriano pode-se ver a carne sendo cortada no açougue dos irmãos Theobald e o pão sendo tirado do forno na padaria Hubbard's.

A vila tem uma relação especial com os frutos do mar, as ostras em particular. A Companhia de Ostras Whitstable existe desde 1574, quando a rainha Elizabeth I concedeu ao empreendimento plena liberdade para explorar o fundo do oceano.

Do centro de Whitstable abre-se um rendilhado de ruazinhas, todas levando ao mar. Molhes de madeira, onde atracam os barcos, recortam a praia de pequenas pedras, e, no verão, lotam de pessoas que esperam conseguir um bronzeado.

A primeira parada foi quase obrigatória. O Wheelers Oyster Bar é um estreito edifício na High Street, com fachada pintada de rosa salmão e um letreiro azul claro, que serve, desde 1856, as gigantescas ostras locais. Delia Fitt está à frente do restaurante há anos. Por trás do balcão de vidro, ela me ofereceu terrinas de arenques na mostarda e ervas aromáticas, polvos novinhos, casquinhas de siri, enguias defumadas, filés de peixe enrolados e mariscos. Fitt mostrou fotos antigas da família e falou de suas cabanas na praia.

Costuma-se brincar que Whitstable é a Islington-on-sea, uma referência ao bairro de Londres, hoje elegante. Na Harbour Street, uma série de butiques chiques faz jus ao nome. Mas a atmosfera predominante é tudo menos nouveau na mesma rua em que encontrei salsaparrilha picante, cheddar tradicional de fazenda e uma loja de doces. Fileiras de jarros barrigudos estavam repletos de balas, amêndoas, sorvetes de limão, ruibarbo e creme e outros doces de que se empanturravam meus avós.

Tomei uma xícara de chá no Salão Tudor Tea, um escuro ambiente medieval aquecido por um fogão a lenha. Dizem que Peter Cushing, o ator de filmes de horror, costumava jantar ali todas as noites. Em seguida, tomei rapidamente uma meia caneca de cerveja no Old Neptune, um pub com um século e meio de existência.

PREMIADO

No ano passado, Whitstable foi premiada com sua primeira estrela no Guia Michelin. Mas o prêmio não se encontra nas fartas porções de comida no centro da cidade. O avaliador foi cativado por um astro em ascensão na região dos pântanos, o Sportsman, um pub nos arredores selvagens de Whitstable.

A dez minutos de carro pela Joy Lane e Faversham Road, chega-se ao interior de Whitstable. À direita, uma barreira de concreto protege a estrada da água. À esquerda estendem-se hectares de uma paisagem indefinida, acidentada e coberta de capim. Sobre a barreira, cabanas de pescadores pintadas em cores pastel erguem-se sobre estacas, margeando a praia.

No Sportsman, o chef Steve Harris me encantou com o patê de fígado de galinha sobre fatias de pão, como um creme espesso, o linguado ao molho tártaro com espuma de soja e um sorvete de maçã coberto de doce que explodia antes de desaparecer sobre a colher. Voltei para a cidade quando já estava escuro. Logo depois, encerrando devidamente um dia em Whitstable, caí no sono, sentindo-me confortável e saciado.

INFORMAÇÕES

COMO CHEGAR

linkDa estação Victoria Station, em Londres, partem trens para Whitstable. Passagens custam 25 libras (R$ 80), ida e volta. Site: http://www.thetrainline.com/ e http://www.seewhitstable.com/

ONDE COMER

linkWheelers Oyster Bar: 8 High Street. Porção com seis ostras a partir de 4,25 libras (R$ 13)

linkThe Sportsman: Faversham Road; http://www.thesportsmanseasalter.co.uk/. O menu com oito pratos custa 55 libras (R$ 177)

linkTudor Tea Rooms: 29 Harbor Street. Chá da tarde acompanhado de sanduíches e doces, por 5,45 libras (R$ 17).

Mais conteúdo sobre:
Viagem Whitstable Inglaterra

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.