Ricardo Freire/Estadão
Ricardo Freire/Estadão

Ricardo Freire: Costa Amalfitana em 7 ou 4 dias

 

Ricardo Freire, O Estado de S. Paulo

17 Abril 2015 | 20h25

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Apenas 130 quilômetros separam as cidades costeiras de Sorrento e Salerno, ao sul de Nápoles. Mas a quantidade de dúvidas que surgem durante o planejamento de uma viagem à Costa Amalfitana é desproporcional à extensão da vertiginosa estrada. Qual é a melhor maneira de ir de Roma até lá? Como incluir Capri e Pompeia? Veja itinerários redondos para sete e quatro dias.

Faça Roma – Nápoles de trem. A autoestrada não tem graça, o trem é super-rápido e não vale a pena estar de carro próprio em Nápoles e arredores. Uma boa base é o elegante M Gallery Palazzo Caracciolo, que fica no centro histórico (oesta.do/1Crn3o2). Fique duas noites. No primeiro dia, passeie pelo Lungomare (a orla central) e experimente a pizza da Da Michele (Cesare Sersale, 1/3). No segundo dia, vá de trem a Pompeia (45 minutos) e na volta visite o Museu Arqueológico Nacional, onde estão guardados afrescos e estátuas originais retirados das ruínas.

Atravesse a Capri. Os ferryboats e aliscafi (barcos rápidos) partem do Molo Beverello, junto ao centro. Caso seu hotel não esteja nas imediações da praça central de Capri, contrate no porto, ao chegar, o transporte da mala direto ao hotel. Fique duas noites. Chegando de manhã, você pode aproveitar a tarde para subir a Anacapri e continuar de teleférico ao Monte Solaro. Contrate para o dia seguinte um passeio privado de volta à ilha; serão A 150 muito bem empregados (ao fim do passeio você pode entrar na Gruta Azul).

Volte ao continente por Sorrento. Os barcos a Sorrento também são bastante frequentes. Em Sorrento você retira o carro alugado e segue para a Costeira. Sugiro fazer de Positano a sua base por três noites. No segundo dia, passeie pela costeira até Vietri (onde há fábricas de cerâmica), parando em Amalfi e (caso consiga estacionar) em Praiano. No terceiro dia, suba a Ravello, para a vista mais estonteante. Entregue o carro em Salerno, onde você pode pegar o trem rápido a Roma.

E com quatro dias? Saia cedo de Roma, de trem. Deixe as malas na estação central de Nápoles e siga de trem suburbano a Pompeia. Volte, pegue as malas na estação e vá de táxi ao Molo Beverello, para pegar o barco a Capri. Durma duas noites em Capri (ao chegar, combine a volta à ilha para o dia seguinte). Atravesse a Sorrento, pegue o carro e passe duas noites em Positano, tirando o segundo dia para um passeio intensivo pela costeira, incluindo Ravello. Devolva o carro em Salerno e volte de trem rápido a Roma.

Mais conteúdo sobre:
Ricardo Freire Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.