Rihanna, a barbadiana

Se você assistir a Bajan Roots & Rhythms, o show folclórico apresentado duas noites por semana no galpão do The Plantation (theplantationtheatre; US$ 57,50), vai ver um bloco totalmente dedicado à maior estrela de Barbados: a cantora pop Rihanna.

O Estado de S.Paulo

07 Julho 2010 | 13h00

Rihanna nasceu em St. Michael e só saiu de Barbados com 16 anos, para imediatamente virar estrela nos Estados Unidos. Já emplacou vários hits globais e faturou três Grammys, comemorados em Barbados como vitórias em Copa do Mundo.

Um pôster dedicado e autografado pela cantora pode ser visto na parede do bar Boatyard, em Carlisle Bay.

E no Plantation Theatre vão confirmar: Rihanna cantou e dançou por lá antes de virar superstar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.