Rumo ao norte de Portugal, de carro

Envie sua pergunta para viagem.estadao@estadao.com

Ricardo Freire, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2015 | 16h41

No fim de maio, minha esposa e eu vamos subir de carro de Lisboa ao Porto. Qual caminho recomenda? Já conhecemos Lisboa e Fátima. Geraldo, São Paulo.

Se já foi a Fátima, então acredito que deva ter passado pelo Mosteiro de Batalha, que fica nas proximidades e normalmente é visitado no mesmo passeio. Sugiro então sair de Lisboa em direção a Coimbra com duas paradas pelo caminho: o Convento de Cristo, em Tomar (140 km), fundado pela Ordem dos Templários e tombado pela Unesco; e as ruínas romanas de Conímbriga, em Condeixa-a-Nova (75 km adiante). Mais 18 km e você chega a Coimbra, onde recomendo de dois a três pernoites. Uma alternativa a ficar na cidade é o Bussaco Palace Hotel, maravilhosamente decadente – e por isso, em conta – a 40 km do centro. Caso fique três dias, o terceiro pode ser investido num passeio a Piódão, a “aldeia-presépio” da Serra do Açor, com suas casas de xisto, janelas azuis e igrejinhas brancas.

Saia na direção de Viseu e suba até Peso da Régua (150 km de Coimbra), no Douro. Hospede-se por três noites na região: Régua, Lamego e Mesão Frio se caracterizam pela hospedagem de charme (confira as tarifas da The Wine House na Quinta da Pacheca). De barco e de carro, aprecie os vinhedos dispostos em terraços nas encostas do Alto Douro Vinhateiro – é a paisagem mais bonita de Portugal.

Tome a direção do Porto, passando no Castelo de Mateus, em Vila Real. Durma pelo menos quatro noites no Porto. Estando de carro, escolha um hotel moderno fora do miolinho mais central, e use táxi e metrô na cidade. A região de Boavista é bastante conveniente: o hotel Fénix Ipanema oferece uma boa relação preçoX conforto. Braga e Guimarães, ambas a 60 km do Porto (e a 25 km uma da outra) podem ser combinadas num passeio de um dia, caso você limite à visita à Sé de Braga e ao Castelo de Guimarães. Para explorar melhor as duas cidades, faça dois passeios.

Santiago de Compostela, na Espanha, é uma tentação: é bem mais fácil de visitar a partir do Porto (são 240 km) do que de Madri (600 km) ou Barcelona (1.100 km). Para incluir Santiago na viagem, programe dois ou três pernoites (e deixe Braga e Guimarães para a volta, pernoitando numa das duas).

Se precisar retornar a Lisboa, durma na cidade já na véspera do voo de volta, para evitar estresse na estrada. A vila da Mealhada, à beira da antiga estrada Porto-Lisboa, é a parada mais apetitosa: experimente o leitãozinho assado à moda da Bairrada, preparado em restaurantes como o Pedro dos Leitões.

Mais conteúdo sobre:
Ricardo Freire

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.