Saem as montanhas, entram os pampas

No lugar de montanhas nevadas, a típica planície dos pampas. Em vez de lagos, um rio sinuoso. Este é o cenário do Lodge Cameron, instalado em uma fazenda de ovelhas e gado de 100 mil hectares. Se você curte pesca, este é seu lugar: as trutas do Rio Grande são cobiçadíssimas pelos turistas-pescadores.

O Estado de S.Paulo

26 Novembro 2013 | 02h21

Não é o único programa por ali, é claro. Visitas a colônias de pinguins e passeios de caiaque também fazem parte das atividades. Alejandro Cardenas Ampuero, responsável pelo lodge, é quem guia os turistas e os acompanha em um almoço especial, com carneiro assado no fogo de chão - um clássico.

Para atrair os brasileiros, que ainda não chegaram por lá, preço especial. O pacote de 7 noites com tudo incluído, desde o aeroporto de Punta Arenas, a 410 quilômetros dali, custa US$ 4.500 para americanos e europeus. Para brasileiros, sai por US$ 2.100.

No último dia, o caminho do Lodge Cameron até Porvenir, cidade de 4 mil habitantes, é marcado pelos grupos de guanacos, sempre em disparada.

Antes da despedida, mais pinguins, no Parque Pinguino Rey, às margens da Baía Inútil. Os animais já estavam lá no começo do mês, separados dos visitantes por um braço de rio, mas perto o bastante para boas fotos. /M.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.