Teresa Ribeiro/AE
Teresa Ribeiro/AE

Seda, pedras preciosas e grifes internacionais

Ir às compras é uma tentação. Nem pense em resistir

Teresa Ribeiro, O Estado de S.Paulo

30 Junho 2009 | 02h35

Difícil evitar a tentação: a Tailândia é um país repleto de seda, algodão, prata, rubi, opala, topázios, turquesas, porcelanas, cerâmicas, cestos de bambu, ratan... Prepare-se para gastar boa parte do tempo (e do dinheiro) com as compras.

Comece a maratona no shopping Siam Paragon, um dos maiores da cidade. Várias grifes, como Kenzo, Chanel e Prada, têm espaço garantido por lá, assim como o chiquérrimo salão de beleza da marca de cosméticos Shiseido. Pelas vitrines, sonhos de consumo como a armação de óculos Marc Jacobs (que sai por volta de R$ 450), o casaco Massimo Dutti (R$ 250) e a capa de chuva da The North Face (R$ 280).

O shopping também conta com uma filial da Casa de Jim Thompson - considerada o templo da seda -, além de grandes lojas de roupas, joias, acessórios e artesanatos. Na Gems Gallery, echarpes custam de R$ 26 a R$ 120 e uma bolsa de seda sai por R$ 50. Mas, ali, nada brilha mais que o anel de rubi e diamantes de 12 quilates, que custa o equivalente a R$ 214 mil.

 

Veja também:

linkUm roteiro para ir além do óbvio

linkProve já

linkMuito de oriente. Algo de São Paulo

linkBalneário chique bem longe de Phuket

linkNo território dos elefantes

linkArquitetura em nome do sagrado

video Vídeo com imagens feitas durante a viagem à Tailândia

mais imagens Galeria de fotos da Tailândia

Aproveite o passeio para renovar o estoque de cremes e sabonetes. Jasmim e rosa estão entre os aromas mais procurados e saem por a partir de R$ 12.

NAS RUAS

O principal endereço do comércio popular é a Silom Road, área próxima dos grandes hotéis Oriental e Shangri-La. Perto da Silom e da Charoenhkrung Road, a avenida é cercada de joalherias, butiques e galerias de arte. No River City Complex há peças antigas, pinturas tailandesas e roupas feitas à mão. Outro ponto comercial é a Yaowarat Road, em Chinatown.

À noite (a partir das 17 horas), a pedida é is ao O Bazar Noturno de Suan Lum, na Wireless Road, com centenas de barraquinhas de sabonetes, roupas e sedas. Ali, vale a barganha, pois nada tem preço à vista. O mercado ainda conta com ótimos restaurantes e cervejarias, além do Teatro Joe Louis , que apresenta belos espetáculos de sombras e marionetes tailandesas.

Siam Paragon: www.siamparagon.co.th

Gems Gallery: www.gems-gallery.com

TERNO EM 36 HORAS

Você entra na alfaiataria, escolhe uma roupa no catálogo ou mostra seu modelo preferido para ser copiado. O tecido? A loja tem cashmere italiano, linho, algodão... O alfaiate tira suas medidas e, um dia depois, leva a peça para você provar no hotel. Mais 12 horas de espera e a roupa já está prontinha e perfeita. Um pacote com um terno, um blazer, duas calças, duas camisas e duas gravatas sai por US$ 571. O pagamento é antecipado, mas você pode confiar. Se puder, procure uma unidade da rede Tony Silom.

Mais conteúdo sobre:
Viagem Tailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.