Seguro viagem na lista de exigências

Austrália tornou obrigatória a compra da apólice para conceder visto a estudantes.[br]Cuba e os países da Europa pedem o documento na hora de passar pela imigração

O Estado de S.Paulo

03 Agosto 2010 | 02h00

De garantia de tranquilidade para o turista em caso de doenças, perda de bagagem e outros eventuais problemas, o seguro viagem cada vez mais faz parte da lista de exigências dos países para permitir a entrada de estrangeiros em seu território. O anúncio mais recente foi feito pela Austrália, no começo de julho, que agora obriga estudantes a contratar um seguro específico, o Overseas Student Health Care, para conceder o visto. Cuba também adotou a medida há poucos meses (leia abaixo).

A apólice australiana dá direito a usar a rede pública de saúde. E só pode ser comprada na escola onde o intercambista vai estudar, durante o processo de envio de documentos de matrícula, antes do embarque. Mas é possível simular o valor, de acordo com o período de permanência no país, no site oshcworldcare.com.au. O plano de três meses, por exemplo, custa cerca de 90 dólares australianos (R$ 143). Confira as exigências em outros países.

Cuba

Desde maio, a ilha exige seguro para permitir a entrada de turistas. A apólice é vendida pela Asistur (asistur.cu) no aeroporto de Havana por, em média, 2,50 pesos conversíveis (cerca de R$ 5) por dia. O pacote básico garante cobertura de 10 mil pesos conversíveis (R$ 19 mil) em despesas médicas e emergenciais de retorno. O seguro custa 2 pesos conversíveis (R$ 3,80) a mais por dia para quem tem acima de 70 anos.

Europa

Para viajar a qualquer um dos 27 países europeus que integram o Acordo de Schengen (como Alemanha, na foto) o turista precisa comprar um seguro com cobertura de 30 mil para despesas médicas e legais, entre outras. Informações: europa.eu/travel.

Estados Unidos

Apesar da burocracia para obtenção do visto, o país não exige seguro dos viajantes. Ainda assim, é interessante contratar uma apólice para garantir assistência médica, jurídica e ressarcimento em caso de perda de bagagem. Mais: embaixada-americana.org.br.

África do Sul

O governo local não exige seguro dos turistas (veja a lista de documentos para entrar no país em travel.state.gov). Mas você vai precisar de uma apólice caso queira fazer um safári: boa parte das operadoras locais pede o documento antes de vender passeios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.