Uptown Bar
Uptown Bar

Seis viagens imperdíveis para os apaixonados por cerveja

Da Bélgica a Blumenau, selecionamos seis viagens para quem quer saber (e beber) mais sobre as geladas feitas pelo mundo

Da Redação, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2020 | 07h00

Tem quem faça roteiros de viagem pensando em apenas um ou dois bons lugares para comer e beber. E tem quem programe uma viagem inteira em torno da mesa – ou do copo. 

É o caso de muitos aficionados por cervejas artesanais, que costumam visitar a Costa Oeste dos EUA ou Alemanha e Bélgica, lugares que contam com centenas de produtores da bebida. 

Mas há outros lugares para os cervejeiros conhecerem – inclusive no Brasil e Argentina (o que alivia um pouco o bolso). Confira a seguir algumas sugestões para tomar “aquela” gelada.

 

Cervejas e fernet

Quem pensa na Argentina, de cara pensa em vinho – nada mais natural, dada a tradição dos vizinhos com a bebida de Baco. Nos últimos anos, porém, as geladas artesanais e bons drinques ganharam espaço na gastronomia local, especialmente em Buenos Aires. Aqui, você fica sabendo o que vale visitar na capital argentina. 

 

 

Oktoberfest de Igrejinha (RS)

Menor e menos famosa que a festa da cerveja de Blumenau, a Oktober da cidade de Igrejinha, a cerca de 90 km de Porto Alegre (RS), tem outros charmes, como o envolvimento da comunidade local (10% dos 30 mil moradores da cidade participal voluntariamente do evento) e um ar mais tradicional. Veja aqui como visitar a festa. 

 

 

Rota da Cerveja na República Checa

A Boêmia, hoje na República Checa, já fez parte da Alemanha e tem longa tradição na produção de cervejas. E o único jeito de conhecer melhor as geladas produzidas por ali é ao vivo, já que muitas delas não são exportadas. Na Rota da Cerveja, marcas locais como Medved, Hendrych, Fries Andula, Parohac, Trautenberk e Snezka são apresentadas aos visitantes.  

 

 

Pedalando e bebendo em Blumenau

A cidade que é sinônimo de Oktoberfest também deu origem ao Vale da Cerveja, uma região formada por 11 cidades que abrigam várias cervejarias de pequeno e médio porte. Para explorar essa região (e as bebidas), há um roteiro feito de bicicleta – o que é ótimo, você queima as calorias antes de dar o primeiro gole, que só é liberado após o fim da pedalada. 

 

 

 

Onde beber em San Diego

A Costa Oeste dos EUA é uma região sagrada para os apaixonados por cervejas. Uma das explicações é que a onda das geladas artesanais começou por ali, com a Anchor Brewing, do Estado da Califórnia. E uma das cidades com maior variedade de cervejas daquele pedaço é San Diego. Aqui, dicas com lugares para visitar – e beber – por lá. 

 

 

Cerveja em Bruges

É verdade que Bruxelas, capital da Bélgica, tem vários bares excelentes para os cervejeiros – entre eles o Delirium Café, que entrou para o Guinness por seu cardápio com mais de 2 mil rótulos diferentes. Mas Bruges, pertinho dali, tem o charme de uma cidade de bonecas e vários produtores locais para explorar, como a cervejaria De Halve Maan e o Museu da Cerveja. Conheça mais sobre a cidade aqui. 

 

 

Bônus: Mais cervejarias para visitar

Conheça cervejarias abertas às visitas na Bélgica, EUA e República Tcheca. Se não puder viajar, veja onde encontrar, em São Paulo, as melhores cervejas desses países. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.