Divulgação
Divulgação

Sem vergonha no banheiro sem paredes

Eles costumam ser apertados e frios. Em casa, ganham a menor das janelas. Nos hotéis, muitas vezes, os arquitetos os isolam por completo. Sem vista, sem ar fresco, sem vida. Isso é realmente uma preferência ou apenas um costume? Então, faça o exercício de imaginar que o banheiro pode ser um ambiente mais agradável: em contato com árvores e plantas, talvez recebendo o frescor da brisa do mar, e, principalmente, com o risco de ser visto (mesmo que por um passarinho). O banheiro aberto o assusta? Deixe disso. Pelo mundo, hotéis e resorts criaram soluções interessantes para deixar o local menos claustrofóbico e mais integrado ao meio que o cerca.

ARYANE CARARO, O Estado de S.Paulo

16 Julho 2013 | 02h10

E não são só os hotéis que estão tirando os banheiros de uma posição, digamos, menos digna. O Aeroporto de Changi, em Singapura, também inovou. Considerado um dos melhores do mundo, instalou uma divertida invencionice no banheiro masculino do Terminal 1: do mictório, é possível observar os aviões pousarem e decolarem. Você até pode classificar essa ideia em 1) esdrúxula; 2) constrangedora; 3) falta do que fazer; 4) engraçada. Aqui, na redação, ficamos com a opção número quatro.

Vale lembrar que as funções estão restritas ao primeiro chamado da natureza, claro, pois a cabine protege os homens (apenas, mulheres não têm direito a essa experiência) frontalmente de serem flagrados por passageiros nas janelinhas dos aviões.

Abaixo, uma seleção de lugares bem mais confortáveis onde você pode deixar a vergonha de lado - sem, necessariamente, abrir mão da privacidade.  

 

Ásia e Oceania - Mar ao Lado

 

A sensação é de que você está se banhando em uma banheira que flutua pelas águas do Golfo da Tailândia. Construídas sobre o mar, as acomodações do Song Saa Private Island (songsaa.com), no arquipélago de Koh Rong, no Camboja, são tão integrados ao mar que um mergulhador ou velejador mais ousado consegue flagrá-lo no banheiro. É claro que os sanitários são protegidos e o chuveiro de madeira mais sugere do que deixa ver. Mas a banheira é absolutamente explícita (foto). Uma delícia de ver e (não) ser visto. Não foi por acaso que ele levou a categoria de Melhor Banheiro no Hospitality Design Awards 2013.

Em Bali, na Indonésia, parece até que você está em casa, olhando para um imenso jardim enquanto mergulha na banheira. Mas trata-se de uma das 15 villas do Four Seasons Resort Bali (fourseasons.com) em Sayan. Só no cuidado com o banheiro já dá para entender por que o resort entrou na cobiçada Lista de Ouro da revista Condé Nast Traveler's em 2013. Também do Four Seasons, mas em Bora Bora, na Polinésia Francesa, os 100 bangalôs sobre a água têm banheiros abertos para o mar, alguns com vista para o monte Otemanu.

 

África - De vinhos a desertos

 

Não é sempre que você vai ao banheiro e tem como vista direta, quase sem fronteiras, a beleza romântica de uma vinícola. Pois é exatamente isso o que experimentam os hóspedes do La Residence (laresidence.co.za), hotel-butique do grupo The Royal Portfolio em Franschhoek, a cerca de 50 quilômetros da Cidade do Cabo, na África do Sul. O estilo vitoriano da decoração ajuda a completar o clima.

Já a proposta do AndBeyond Sossusvlei Desert Lodge (tinyurl.com/sossusvlei2013) é totalmente diferente. Avistando apenas a paisagem vermelha, laranja e amarela de Sossusvlei, região desértica e de altas dunas na Namíbia, você escancara sua nudez sem medo de olhares atrevidos. Pode ser assim na ducha externa ou em qualquer parte do banheiro, visível da parte de fora.

Fora do continente, o verde da vegetação circunda os banheiros do resort-butique Shanti Maurice (shantimaurice.com), nas Ilhas Maurício, que também se colore de azul-turquesa do Oceano Índico. É tanta integração que mesmo os sanitários das villas dão para um jardim, protegidos por bambus e folhas secas de palmeiras.

 

Caribe - Visual ensolarado

 

Se você acha que experimentou todos os azuis do Caribe, talvez se surpreenda com este, que não está nas águas e sim no alto. Explico: do lado de fora do quarto quase sem separações do Jumby Bay (rosewoodhotels.com/en/jumbybay), a banheira o aguarda para um banho contemplando as estrelas, em meio a um simpático jardim. A ducha também está lá, para contemplações menos demoradas ou para aproveitar o calor do sol da ilha de Antigua.

Aberto em dezembro em San Juan, Porto Rico, o Dorado Beach (ritzcarlton.com/en/Properties/DoradoBeach) conserva muito do eco-resort de luxo que ali funcionou a partir de 1958. Criado por Laurence Rockefeller, chegou a receber estrelas como Elizabeth Taylor e Ava Gardner e até o presidente John F. Kennedy. No jardim interno dos quartos, há chuveiro ao ar livre. E, na Villa de Su Casa, o imóvel principal daquela que foi uma fazenda colonial antes de se render à hotelaria, a banheira fica na varanda, com vista para o mar, protegida apenas por palmeiras.

 

Brasil - Banho no jardim

 

A ducha cai sobre a cabeça, com o corpo imerso na banheira em nível mais baixo do que o restante do banheiro. A água respinga nas plantas, no jardim que parece invadir o local. A sensação é a de estar no gramado da área externa, mesmo porque as portas se abrem inteiramente para ele no bangalô da Fazenda São Francisco do Corumbau, na Bahia (corumbau.com.br).

 

Europa - Urbano com charme

 

Nada de jardins viçosos ou vista para o mar. No Hotel Gude (hotel-gude.de), em Kassel, na Alemanha, o ambiente é urbano e as instalações, modernas. O que não o impede de oferecer um banheiro com porta-balcão, de frente para a rua. É claro que há uma persiana a ser fechada em momentos de intimidade, mas escovar os dentes olhando a cidade acontecer não tem preço.

Mais conteúdo sobre:
Viagem banheiros hotéis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.