Sommelier virtual e alguma informação digital pelo Brasil

Apesar de todo o conforto que os hotéis no Brasil possam proporcionar, em matéria de tecnologia ainda engatinhamos. Apesar disso, em comparação a um passado recente em que Wi-Fi gratuito era luxo (em muitos casos, ainda é), há alguns avanços que merecem a lembrança.

O Estado de S.Paulo

14 Maio 2013 | 02h10

O Unique Garden Hotel & Spa, em Mairiporã (SP), por exemplo, oferece um iPad para cada chalé. O hóspede consulta cardápios dos restaurantes, terapias do spa e carta de vinhos. O Copacabana Palace, no Rio, também fornece tablets para as suítes de cobertura e tem um "sommelier digital" no restaurante Cipriani - uma carta de vinhos no iPad com informações sobre a safra, uva, país, ano. O mesmo serviço existe no Casa Grande Hotel Resort & Spa, no Guarujá: no tablet, você vê detalhes da garrafa sem que ela precise vir à mesa.

O lançamento de aplicativos para que o hóspede fique a par dos serviços tem ganhado força. No Hotel e Spa Sant'Anna, em Amparo, ele em breve ajudará a organizar o lazer também fora dali, com dicas de roteiros e restaurantes. No Grand Palladium Imbassaí, na Bahia, o Clic2c mostra vídeos, fotos e passeios virtuais pelos hotéis da marca. E há aqueles cuja função é ajudar nas reservas, como nas redes Atlantica Hotels e Golden Tulip.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.