Stromboli, para ver magma borbulhante

Nossa dica

Felipe Mortara, O Estado de S.Paulo

18 Novembro 2014 | 02h06

Formado por oito ilhas principais, o arquipélago das Eólias, no norte da Sicília, lar de 12 mil habitantes, tem praias de areias brancas ou negras no Mar Tirreno. Mas não é por veraneio que se vai até lá. A principal atração turística é a atividade vulcânica da Ilha de Stromboli.

A partir da Sicília, um ferry que parte do porto de Milazzo, a 25 quilômetros de Messina, chega lá em 3 horas (e custa 24). Stromboli é o cume de um vulcão, considerado o mais ativo do mundo, e um prato cheio para quem sonha em ver magma de perto.

No tour de quatro horas da Magmatrek (magmatrek.it; 25 por pessoa, mais taxa de acesso, 3), sobe-se até a margem da cratera, a 926 metros de altitude. É possível ver o magma borbulhante. Que experiência!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.