Suítes e lounges com assinatura estrelada

São Francisco

O Estado de S.Paulo

28 Fevereiro 2012 | 03h09

A descolada São Francisco, nos Estados Unidos, tem a atmosfera ideal para receber um projeto de Philippe Starck: informal com toques de luxo onde se faz necessário. Exatamente como o Clift Hotel (clifthotel.com; diária desde US$ 505), que exibe, no lobby e em outras dependências, móveis da safra do designer e materiais nobres como couro, seda e veludo, além de detalhes cromados e das misturas de peças inspiradas na realeza francesa e linhas retas que são comuns nas criações de Starck.

Rio

O grupo Fasano causou frisson entre ricos, famosos e aspirantes ao anunciar que seria de Starck o projeto de seu hotel de luxo em Ipanema. Desde 2007, o Fasano Rio (hotelfasano.com.br; desde US$ 690 o casal) se tornou ponto de encontro de celebridades e endinheirados, que se esbaldam na cinematográfica piscina com terraço e vista para o mar, o Morro Dois Irmãos e o Cristo Redentor. Nos quartos e áreas comuns, o designer mesclou itens modernos e vintages, que remetem aos anos 1950 e 1960

Londres

Um clássico prédio dos anos 1950 foi transformado por Starck em um cenário de sonho do multiartista francês Jean Cocteau, que sintetiza um luxo inteligente, temperado com certa dose de ironia - ou o que mais se poderia dizer das cadeiras do bar, decoradas com olhos bem abertos? No Hotel Sanderson (sandersonlondon.com; desde 229 libras ou R$ 612), o designer substituiu paredes por vidros e inundou os salões de luz natural.

Miami

Seguindo a atmosfera despojada da Flórida, o designer francês criou no Delano (delano-hotel.com; desde US$ 500) nove ambientes comuns que convidam os hóspedes a relaxar, como a cabana com vista para o mar. Sem descuidar das melhores referências artísticas, com obras de ícones como Antoni Gaudí e Salvador Dalí espalhadas por cantos diversos.

Los Angeles

Sob o lustre que é uma das criações mais marcantes de Philippe Starck, o bar do hotel SLS Beverly Hills (starwoodhotels.com/luxury; desde US$ 474) atrai quem circula pela famosa Rodeo Drive, em Hollywood. Inspirado no glamour dos anos 1950, o francês projetou 297 quartos com todo tipo de mordomia à disposição de quem pode pagar (o valor da diária pode chegar a US$ 7 mil) - há até suítes antialérgicas. É possível que, entre os hóspedes, você esbarre em alguma celebridade. / FELIPE MORTARA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.