Táxi em Buenos Aires: modo de usar

Sete dias no Porto com minha mãe de 75 anos. Quero sugestão de hotéis e passeios. Vale passar o dia em Santiago de Compostela? (Lúcia, Campinas)

Ricardo Freire, O Estado de S.Paulo

08 Maio 2012 | 03h08

Gosto muito de dois hotéis à beira do Douro: o Pestana Porto, no bairro histórico da Ribeira, e a Pousada do Freixo, um palácio reformado na saída da cidade. Os melhores passeios pelo Douro saem do Peso da Régua. Não deixem de ir a Guimarães. Para aproveitar Santiago o ideal seria ficar uma ou duas noites.

Quero fazer São Francisco, Yosemite, Las Vegas, Grand Canyon e Los Angeles. Quanto tempo preciso e qual o roteiro? (Arnaldo, Rio Preto)

Bem feita, esta é uma viagem para 20 a 30 dias. As distâncias são enormes e fazem perder um dia de viagem a cada deslocamento. Eu voaria a Flagstaff, onde alugaria carro e faria o Grand Canyon, então Las Vegas, daí Yosemite, continuando a São Francisco e descendo a Los Angeles. Leia mais em http://bit.ly/california-nevada.

Como tudo na capital argentina, o táxi já foi mais barato - mas ainda assim continua em conta. Muitos brasileiros se queixam de pequenos golpes. Para evitar contratempos, porém, basta seguir essas instruções. Nos aeroportos, não pegue táxi fora do ponto. Chegando por Ezeiza, saque pesos e vá direto ao guichê do Táxi Ezeiza, na calçada do aeroporto: a corrida é tabelada (e está em 180 pesos). No Aeroparque, saque pesos e atravesse a rua: o ponto de táxi fica na ilha central, à esquerda de quem sai. Na cidade, tenha sempre notas de 10 e 20; pagar com nota de 100 dá margem a trambiques (o mais comum: o taxista diz que você deu uma nota de 10). Pesquise o endereço e diga sempre a transversal mais próxima: este é o jeito que os argentinos usam e faz você parecer um local.

* Acompanhe o caminho do colunista em viajenaviagem.com

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.