Guilherme Conte/Estadão
Guilherme Conte/Estadão

Tiradentes - 21/4 - 4 dias

Montevidéu e Brotas

Mônica Nóbrega, O Estado de S. Paulo

03 Janeiro 2017 | 04h30

MONTEVIDÉU

Principais atrações

O basicão, que você aproveita sem correria em dois dias, fica na Cidade Velha. Prefira circular por essa área entre a sexta-feira e o sábado pela manhã; depois, fica tudo meio vazio. O Museu Torres García e o Teatro Solís (com visita guiada; teatrosolis.org.uy) são indispensáveis. Para o primeiro almoço, nem pense em pular o churrasco do Mercado del Puerto, preparado à vista dos visitantes. 

Ali ao lado estão o interessante Museo del Carnaval, a Rambla à beira do Rio da Prata e o ponto de partida do ônibus turístico. Sim, você leu city tour em ônibus de dois andares, e por um bom motivo: descer no Estádio Centenário. Outras paradas possíveis são o Jardim Botânico e o Montevideo Shopping. 

Os restaurantes e a vida noturna estão nos bairros de Punta Carretas, Pocitos e Buceo; ainda mais a leste, no chique bairro de Carrasco, a marca Sofitel reinaugurou há cerca de três anos o hotel cassino Carrasco, em um prédio do século 20. 

Em três dias, é possível pensar em esticar a Punta del Este, a 130 quilômetros de distância, para um bate-volta. 

Não perca

A feira de Tristan Narvaja, nas manhãs de domingo, é uma instituição em Montevidéu. Vende de tudo, de comida a antiguidades e quinquilharias interessantes para presentear. Vá cedo; neste dia, o ônibus turístico faz uma parada especial perto da feira.

Querendo visitar uma vinícola, a menos de meia hora de distância está a Bodega Bouza, que tem tour guiado e uma exposição de carros antigos: bodegabouza.com. Abre de segunda-feira a sábado. 

Evite

A cidadezinha histórica de Colonia del Sacramento está mais longe (180 quilômetros) de Montevidéu que Punta del Este e no sentido oposto, indo para oeste, em direção a Buenos Aires (que está do outro lado do Rio da Prata). Nesse caso, três dias é pouco tempo. Escolha uma e deixe a outra para a próxima vez. 

Dicas de economia 

O Uber começou em 2016 a operar em Montevidéu. A lei que devolve 18,5% do IVA em contas de hotéis e restaurantes pagas com cartão de crédito brasileiro está válida até 21 de abril – e vem sendo prorrogada desde 2013. 

Site: turismo.gub.uy. / MÔNICA NOBREGA

 

BROTAS

Principais atrações

A três horas de São Paulo, Brotas tem como principal atração o Rio Jacaré-Pepira, que atravessa a cidade com 89% de pureza. Brotas reúne a maior oferta de esportes de aventura do Brasil: rafting (estrela local), boia-cross, canionismo, escalada, rapel e arvorismo. 

A relação de Brotas com o rafting é tão intensa que a cidade tem até um museu dedicado ao esporte, o Museu Bozo d’Água, dentro do Brotas Bar. Novidade da temporada, a tirolesa em curva Sky Rider (R$ 80 por pessoa) percorre 500 metros de curvas acentuadas em meio à mata, num trilho suspenso a 20 metros do solo, e chega a uma velocidade de 35 quilômetros por hora. Também nova é a tirolesa em bicicleta, a Zipbike, da empresa EcoAção (ecoacao.com.br), no Viva Brotas Ecoparque.  O participante pedala num percurso de 1.300 metros, a 110 metros do solo, sobre a região da cachoeira Santa Eulália (98 reais por pessoa).

Tome banho de rio (na represa Patrimônio) e nas 11 cachoeiras com infraestrutura pública e quedas que chegam a 60 metros. A cachoeira Cassorova é o cartão-postal do município. Para as crianças, a Nascente Areia que Canta tem água que brota em meio à areia branca e, quando friccionada entre as mãos, produz um belo e curioso som. Adultos podem visitar produção artesanal de cervejas e cachaças na cervejaria Brotas Beer e na Casa da Cachaça. 

Não perca

O Parque dos Saltos tem trilhas à margem do rio Jacaré-Pepira, quedas d’água, duas pontes suspensas e uma das primeiras usinas hidrelétricas do Estado de São Paulo, já desativada, aberta à visitação. Tudo gratuito. Visite também o Centro de Estudos do Universo (CEU; fundacaoceu.org.br), o mais moderno observatório e planetário da América Latina. 

Evite

Sair para os passeios sem repelente. Os mosquitos são numerosos, principalmente no verão. 

Dicas de economia 

Além dos mais de sessenta hotéis e de imóveis para temporada, Brotas tem também duas áreas de camping. No quesito passeios, economize comprando pacotes combinados que incluam várias atividades (e, em alguns casos, também a hospedagem). 

Site: brotas.tur.br. / MARI CAMPOS, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.