Todos dormem em um

Ok, não se trata de um submarino de verdade, e sim de um barco adaptado. Mas para quem é fã dos Beatles não será nenhuma grande dificuldade usar um pouco a imaginação para se sentir no famoso submergível amarelo que encantou (e ainda encanta) gerações. Onde? Não poderia ser em outro lugar que não no Albert Dock, em Liverpool.

O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2012 | 02h09

O barco de 60 pés (18 metros), foi inaugurado em fevereiro. Tem três confortáveis quartos com banheiro, além de uma cozinha e sala de jantar comuns. Capas de discos decoram as paredes - e, pelo estilo desencanado, o lugar poderia perfeitamente ser o lar de Paul McCartney ou John Lennon. Aliás, impossível não lembrar dele e de Yoko Ono ao ver o travesseiro com a palavra love bordada sobre a cama.

O dono, Alfie Bubbles, confessa que não é nenhum apaixonado pelo quarteto, mas sacou que sua ideia poderia arrebatar beatlemaníacos. Deu tão certo que, apesar do preço (a partir de 165 libras ou R$ 537), é preciso reservar com bastante antecedência (tinyurl.com/yellowsubviagem). O proprietário já está planejando abrir um Pérola Negra (da série Piratas do Caribe) e até um (pasme!) Titanic.

Caso ficar hospedado no Yellow Submarine não seja o suficiente para o seu nível de fanatismo, a poucos passos, também em Albert Dock, fica o Beatles Story (beatlesstory.com), um museu interativo com cinema 4D, fotos e claro, muitas músicas do quarteto que mudou a história do rock.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.