Luiz Fernando Toledo/Estadão
Luiz Fernando Toledo/Estadão

Tour em Westeros: cenários de GoT na Espanha e Irlanda do Norte

Ao longo de dez dias, visitamos o local das gravações da série Game of Thrones, da HBO, em Sevilha, Córdoba e Belfast. Você pode fazer o mesmo percurso

Luiz Fernando Toledo e Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

14 Agosto 2018 | 05h00

O que cidades europeias como Sevilha, Córdoba (Espanha), Belfast (Irlanda do Norte), Dubrovnik (Croácia), Mdina (Malta) e Reykjavik (Islândia) podem ter em comum? Uma dica: espadas, mistério, famílias que se odeiam e mortes, muitas mortes. A essa altura o leitor deve se perguntar se estamos falando de história. Não deixa de ser, mas na ficção: todas elas são ou já foram palco de cenas de uma das séries de televisão mais bem sucedidas dos últimos tempos: Game of Thrones. E todas recebem, com entusiasmo, turistas de diversas partes do mundo interessados em se aprofundar nos bastidores dessa saga que só deve continuar nas telas a partir de 2019, em sua última temporada.

Enquanto espera pela estreia, que tal percorrer algumas dessas locações mundo afora? Visitamos e exploramos, ao longo de dez dias, três dessas locações: as espanholas Sevilha e Córdoba (clique aqui para ler sobre as locações espanholas) - que serviram de pano de fundo para as filmagens de Dorne e Highgarden (onde está a fortaleza dos Tyrell) - e Belfast, a capital da Irlanda do Norte que, por anos, deu vida aos ventos congelantes de Winterfell em seus arredores e também é sede dos principais estúdios da série (clique aqui para ler sobre as locações na Irlanda do Norte). De bônus, visitamos uma exposição itinerante em Barcelona de peças usadas no show, como capacetes, armas e armaduras. Até setembro, a exposição pode ser visitada em Paris.

No meio dessa busca pelo imaginário cinematográfico, foi impossível não se apaixonar também pela riqueza cultural e natural desses lugares, que, além do turismo “geek”, oferecem centenas de oportunidades de passeios em montanhas, prédios históricos, fortalezas e de conhecer muita gente interessante e disposta a compartilhar histórias.

Falando em gente, eis um spoiler desta reportagem: todos os roteiros que percorremos foram auxiliados por agentes de turismo que também já atuaram como extras na série. Então prepare-se não só para tirar muitas fotos e se lembrar do que assistiu na tela, mas de preparar quantas perguntas vierem à cabeça sobre os bastidores. Eles não quiseram nos passar o WhatsApp de Emilia Clarke (que interpreta a rainha Daenerys Targaryen) ou o Facebook de Peter Dinklage (na série, Tyrion Lannister). Mas ficamos sabendo de cada piada ruim que eles contaram e de quantas vezes algumas cenas - que assistidas do sofá parecem bastante simples - precisaram ser regravadas por culpa delas.

Ah, importante ressaltar: faremos o possível para evitar spoilers, mas adiantamos que, inevitavelmente, este texto pode conter informações até da sexta temporada.

DICAS

1- Planejamento

Reserve ao menos quatro dias para Belfast. Dois para curtir a cidade e dois exclusivamente para os tours de Game of Thrones

2-  Comer e beber

A Whites Tavern se diz o bar mais antigo de Belfast. Aberto no século 17, é conhecido por sua comida caseira e música ao vivo. Outro point histórico é o Kelly’s Cellar, um pub cuja história começa em 1720. Recomendamos também o Bull & Ram Belfast, com ótimas opções de carnes e vinhos

3 - Belfast - Espanha

Há voos diretos entre Belfast e Málaga, na Andaluzia, com a Aer Lingus e a Easy Jet, duas low costs. Os preços começam em R$ 544, segundo pesquisa para setembro no site Skyscanner. O voo leva cerca de 3h. De Málaga a Sevilha, são cerca de 2h de trem; a partir de 24,10 euros (R$ 105) na Renfe.

OUTROS CENÁRIOS

Dubrovnik, Croácia 

Depois da série, o turismo na cidade explodiu - e a prefeitura passou a controlar o número de visitantes para não colocar em risco a Cidade Antiga, patrimônio da Unesco e palco de diversas cenas emblemáticas em King’s Landing. Uma delas é a Caminhada da Vergonha da rainha Cersei na 5ª temporada - que na vida real, é forrada de restaurantes charmosos (vai ser fácil reconhecer a escadaria). A muralha que guarda a cidade é outro ponto-chave: a fortificação construída a partir do século 8º aparece em vários momentos e é passeio obrigatório até para quem não é fã da série.

Malta  

Infelizmente, a Janela Azul, palco do casamento de Daenerys e Drogo, na Ilha de Gozo, desabou e não existe mais. Mas há outras locações da 1ª temporada em Malta. Basta caminhar entre as construções de pedra em Mdina para se sentir em King’s Landing. Na capital Valetta, o Forte Ricasoli, do século 17, virou, na série, a Fortaleza Vermelha.

Islândia

Há diversos tours pelas locações no país - a Islândia serviu de cenário em diversas temporadas, incluindo a última. No norte da ilha, a maior parte está nas proximidades do Lago Myvatn - Jon Snow e Ygritte ficam juntos na caverna Grjótagjá, de águas termais. No sul, Arya e o Cão de Caça percorreram o Parque Nacional de Thingvellir na 2ª temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.