Trace o seu trajeto pelo coração da Bahia

Onde fica

O Estado de S.Paulo

03 Julho 2012 | 03h10

No coração da Bahia, Lençóis é a cidade-base para iniciar a exploração do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Fica a 394 quilômetros de Salvador. Lá estão as principais agências e guias de turismo, companhia imprescindível para trekkings na região. Outros municípios importantes no pedaço são Andaraí e Mucugê, que também oferecem infraestrutura de hospedagem e passeios.

Principais atrações

As caminhadas são a melhor maneira de desfrutar das belezas naturais e da atmosfera sem igual da Chapada Diamantina. O trekking mais cultuado continua sendo o do Vale do Pati, um circuito que liga o Vale do Capão a Andaraí. Nele, você percorre 68 quilômetros em cinco dias de pernada por paisagens de tirar o fôlego. Bom preparo físico e disposição são mais do que desejáveis. Se for demais para você, relaxe: há caminhadas menos exigentes. A trilha do Morro do Pai Inácio, um dos ícones locais, pode ser incrementada com um rapel no Poço do Diabo ou na Gruta do Lapão. Já a trilha de Lençóis ao Vale do Capão se estende por 24 quilômetros, mas, normalmente pode ser percorrida em sete horas. Também vale passar uma noite em Xique-Xique de Igatu, charmosa cidadezinha de pedra escondida nas quebradas da Diamantina.

Não deixe de...

A região também reserva um grande número de quedas d'água, como a famosa Cachoeira da Fumaça. Todas têm sua recompensa, mas lembre-se de reservar um dia para desfrutar da mais incrível delas, conhecida como Buracão. Deságua no interior de um cânion com 85 metros de altura. Para chegar aos pés da cachoeira, é preciso se esgueirar pelos degraus de um dos paredões laterais do cânion. Parece mais difícil do que é, mesmo assim nunca o faça sem a companhia de um guia. Emoção garantida!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.