Adriana Moreira/Estadão
Adriana Moreira/Estadão

Um guia para curtir o Natal Luz em Gramado

Com decoração especial e mais de 500 apresentações, entre pagas e gratuitas, cidade da Serra Gaúcha se transforma na casa do Papai Noel até 13 de janeiro. Na vizinha Canela, a programação do Sonho de Natal é inteira grátis

Adriana Moreira, O Estado de S.Paulo

11 Dezembro 2018 | 05h00

Mais de um milhão de luzinhas. Papais Noéis por todo lado. Espetáculos grandiosos e simples corais. Nesta época do ano, Gramado mergulha com tudo no clima natalino, para deleite dos turistas. Vai ser impossível não sair cantarolando mentalmente “Um Natal feliz, um Natal feliz...”, música que marca os espetáculos temáticos na cidade.

Em sua 33.ª edição, o Natal Luz de Gramado atrai cerca de 2 milhões de turistas para a cidade. São mais de 500 apresentações (entre pagas e gratuitas) ao longo de 81 dias - que, este ano, começaram ainda em outubro e seguem até 13 de janeiro. 

Desembarquei em Gramado no começo de novembro para visitar a 30.ª edição da Festuris, feira de turismo realizada anualmente na cidade (em 2019, será de 7 a 9 de novembro) e aproveitei para fazer uma imersão natalina. Foram oito dias assistindo a espetáculos e visitando atrações para que você escolha o que mais combina com seu estilo.

LEIA TAMBÉM: Repórter 'casa' com Elvis para testar os casamentos-relâmpagos de Gramado

Também pude passear por Canela, a apenas 7 quilômetros de Gramado, que ainda não tinha inaugurado sua decoração natalina. Ali também o evento Sonho de Natal vai até 13 de janeiro. A diferença é que todas as suas 326 apresentações são gratuitas. 

Decoração de Natal

Deixe a bateria do celular carregada para dar conta de fotografar e filmar tudo que tiver vontade. O centro da cidade está tomado de lugares altamente instagramáveis. O que falar de um carrossel enorme, que gira o dia inteiro em plena Avenida Borges de Medeiros? Ou dos enormes soldadinhos de chumbo? Sem falar das dezenas de árvores de Natal temáticas: uma só com bolas de futebol, outra só com bonecos de neve e de gengibre, outra de fitinhas coloridas e ainda uma feita de... pessoas. A Árvore Cantante, é, na verdade, um espetáculo gratuito, realizado em frente à Catedral São Pedro: um coral se dispõe sobre uma plataforma, em forma de árvore natalina, e canta canções tradicionais dessa época. 

Como todo mundo querer tirar foto junto com as decorações, que ficam no canteiro central da Borges de Medeiros, foram colocadas passarelas paralelas para garantir a segurança dos pedestres. Nos fins de semana, o caminho é concorrido.

LEIA TAMBÉM: Comilança e tradição em tours pela zona rural de Gramado

Outro local tradicional de Gramado é a Rua Coberta, espaço central repleto de restaurantes e lojas que ganha iluminação especial e é palco para diversos shows gratuitos. Papai Noel, é claro, sempre dá as caras por lá. Mas, para dizer bem a verdade, difícil é não se deparar com pelo menos um bom velhinho andando pela cidade nessa época. Na semana em que estive lá, havia uma convenção de Papais Noéis - encontramos alguns até comprando chocolate. Coisas de Gramado.

 

 

ANTES DE IR

Aéreo: em dezembro, SP - Porto Alegre - SP: R$ 905,82 na Latam, R$ 925,82 na Gol, R$ 1.044 na Azul e R$ 1.197 na Avianca

 

Até Gramado: há ônibus diretos a partir do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, que saem praticamente de hora em hora. Custa R$ 53,60 na Citral. A rodoviária fica no centro e há ampla oferta de táxis e o Uber funciona bem. Quem aluga carro tem de se preocupar com trânsito e estacionamento (não é fácil conseguir vaga nesta época). Para percorrer os principais pontos turísticos de Gramado e Canela, o Bustour (desde R$ 69) é boa opção.

* VIAGEM COM APOIO DA FESTURIS (FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO) DE GRAMADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.