Daniel Akstein/Estadão
Daniel Akstein/Estadão

Uma escapada até Nice para ver mais da Côte D'Azur

Os 20 quilômetros que separam Nice de Mônaco tornam inevitável visitar os dois lugares. Considere isso uma vantagem. Nice é como a porta da frente do principado - até porque é lá que está o principal aeroporto da região - e, como uma das principais cidades da França, é imperdível.

NICE, / D.A.B., O Estado de S.Paulo

30 Abril 2013 | 02h11

Muitos turistas vão à cidade como parte de um roteiro mais amplo pela Côte D'Azur - Mônaco, Cannes, Saint-Tropez - e, por isso, ficam pouco tempo. Mas há muito a ver. Escolha ficar na vieux Nice, a parte antiga da cidade, ou pelos arredores.

A vida noturna por ali é bastante agitada em qualquer dia da semana. Restaurantes, bares e pubs não faltam - como vantagem, você estará perto do hotel na hora de voltar.

Comece o dia na Promenade des Anglais, a avenida que cruza Nice. De um lado, a praia e sua faixa de pedrinhas (ah, que saudade da areia!). Do outro, museus, lojas e movimento. Na área antiga, não deixe de subir a colina que, no passado, abrigou um castelo. Pouca coisa sobrou da construção, mas a vista lá de cima é esplendorosa: o mar, as casas de tons pastéis e telhados vermelhos e, dependendo do horário, o pôr do sol.

Na parte baixa, as ruas estreitas guardam lojinhas, cafés, restaurantes e mercados em edifícios com séculos de existência, como se espera de cidades europeias com tanta história para contar.

Nadar no Mediterrâneo é outra forma de aproveitar o que Nice tem de melhor. Depois siga seu caminho até Mônaco. De carro alugado, ônibus, táxi, trem ou - por que não? - de helicóptero (leia na página 9). Seja qual for seu percurso, a vista do caminho é daquelas que ficam de recordação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.