Uma viagem de dimensões épicas

Na companhia de Trashie, sua raposa das estepes siberianas, nosso correspondente britânico manda informar que, em breve, estará lançando seu primeiro livro no Brasil. Quando a data se aproximar, mr. Miles usará este espaço e sua fanpage no Facebook para divulgá-lo. A seguir, a pergunta da semana:

Mr. Miles, O Estado de S.Paulo

09 Dezembro 2014 | 02h05

Caríssimo: tenho 74 anos e minha esposa, 73. Gostamos muito de viajar no Brasil, seja de carro, navio ou avião. Em 10 de julho de 2015, completaremos 50 anos de casados: bodas de ouro. Pretendemos comemorá-las na Europa, eu e ela. Iríamos para a Itália, terra de meus ancestrais, mais exatamente para Roma. No entanto, estando lá, gostaríamos de conhecer Paris, Londres e Madri, mas creio que não haja uma excursão que privilegie esse roteiro de uma vez só e sei que vou perder a passagem de volta por retornar de outro lugar. Pergunto-lhe qual é a melhor opção e se o dinheiro que economizei é suficiente para realizá-la. Teremos de 20 a 25 dias.

Flávio Alberto Cesário, por e-mail

"Dear Flávio: lhe darei algumas respostas objetivas e fico muito honrado em servir como consultor em uma viagem tão sonhada e repleta de significados. A vida, as you know, deveria ser muito mais simples. Um casal em vias de comemorar suas bodas de ouro, tendo economizado dinheiro suficiente para realizá-las em bom padrão (sim, Flávio, o valor que você mencionou é muito adequado) deveria poder apenas fazer as malas, dirigir-se ao aeroporto e dizer, em voz alta, a quem quisesse ouvir: "Amigos: estou comemorando 50 anos de paixão e mereço conhecer lugares com os quais minha mulher e eu sempre sonhamos. Por favor, levem-me até Roma!".

Unfortunately, há sempre a burocracia, a necessidade de passaportes, passagens, vouchers de hotéis, etc. Trate disso como se não fosse nada - porque, de fato, não é, diante da grandeza do motivo que vai levá-los à Europa. Não se preocupe, however, com a logística da viagem. O roteiro que vocês escolheram é muito simples e concorrido. Qualquer agente de viagem pode fazê-lo sem o menor problema. Com 25 dias, você terá pelo menos quatro em cada capital, mais os deslocamentos. Em nenhuma hipótese, my friend, você perderá a passagem de volta. O agente de viagem fará com que você entre e saia pelo mesmo aeroporto, sem qualquer tarifa extra. Se você quiser fazer excursões em cada uma dessas cidades e até em seus arredores (caso de Versalhes, em Paris, for instance), o agente de viagem também poderá arranjar tudo antecipadamente. Há centenas e centenas de ótimos profissionais trabalhando nessa área. E, caso o que você procurar não for agradável ou competente, procure outro. I'm very happy porque vejo que você está pensando em tudo com boa antecipação. Se tudo estiver decidido entre sua esposa e você, faça o que lhe digo. Caso ainda haja alguma dúvida, leiam juntos, conversem, sonhem e, eventually, até divirjam. Aos 50 anos de casado, vocês já devem ter divergido muitas e muitas vezes. Am I right?

Isto posto, embarquem e divirtam-se. Comam bem e bebam com frequência. Riam muito e chorem a cada emoção. Mesmo que os outros não saibam, uma viagem-celebração desse tipo tem dimensões épicas. Talvez os outros não vejam nem ouçam, mas, para vocês, o Coliseu oferecerá um tapete vermelho; a Torre Eiffel, for sure, reclinar-se-á em justa reverência; o Big Ben badalará por 50 vezes para comemorar cada ano de amor de sua união e, em Madri, os personagens de Diego Velásquez no Museu do Prado menearão suas cabeças em sinal de respeito. Será, com certeza, tudo o que vocês merecem - e mais.

*MR. MILES É O HOMEM MAIS VIAJADO DO MUNDO. ELE ESTEVE EM 183 PAÍSES E 16 TERRITÓRIOS ULTRAMARINOS. miles@estadao.com.br

Mais conteúdo sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.