Vale a viagem

Eles ficam em destinos cobiçados, têm muita história para contar e um algo a

O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2010 | 01h35

mais que os torna únicos. Só faltava um toque - no caso, reformas que chegaram a custar milhões - para esses ícones da hotelaria voltarem à cena com todo seu esplendor. Confira algumas dessas revitalizações recentes. Dos Estados Unidos à Ásia. Os valores das diárias para casal foram cotados nos sites dos hotéis, para o mês de novembro.

1 Pera Palace

Ponto final do Expresso do Oriente, que levava o jet set internacional de Paris a Istambul, o Pera Palace tem lenda própria. Agatha Christie teria escrito ali, na suíte 411, parte de seu famoso livro. Reaberto em setembro, tem diárias a 230 (perapalace.com).

2 Fairmont Peace Hotel

Ricaços, cabeças coroadas e globetrotters fizeram deste hotel uma instituição em Xangai na década de 1930. O coração desta festa era o Jazz Bar, que desde julho voltou ao seu esplendor original. Diárias a partir de US$ 300. Mais: fairmont.com.

3 Taj Mahal

Foram necessários 22 meses para restituir o esplendor a um dos hotéis mais suntuosos de Mumbai, alvo de terroristas em 2008. A reinaguração ocorreu em 15 de agosto, data da independência da Índia. Diárias a 13.600 rupias (R$ 511). Site: tajhotels.com.

4 Versace

A placa discreta tenta disfarçar: The Villa by Barton G. Mas a mansão na Ocean Drive, convertida em hotel no início do ano, é bem mais famosa como residência de Gianni Versace - e local de sua morte. Diárias a partir de US$ 1.125 (thevillabybartong.com).

5 Plaza Hotel

Seu famoso Oak Bar era o favorito de Marilyn Monroe. E o chá da tarde no Palm Court sempre esteve entre os musts nova-iorquinos. Pouco? Na reforma de 2008, o Plaza ganhou minishopping. De luxo, claro. Diárias a US$ 955 (theplaza.com).

6 Hotel das Cataratas

O cenário? Um dos mais cobiçados destinos brasileiros. Acomodações e serviço? Com a chancela do grupo Orient Express. O Hotel das Cataratas renasceu no ano passado. Diária a R$ 785 (www.hoteldascataratas.com.br; mais na pág. 6).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.