Viajando durante o Ramadã

Quando é. Assim como a Páscoa dos cristãos e o Pessach dos judeus, o Ramadã é uma celebração móvel no calendário muçulmano. Neste ano começou ao amanhecer de 11 de agosto e vai até o anoitecer do dia 9 de setembro. Durante esses 30 dias, muçulmanos praticantes não podem ingerir alimentos ou água enquanto houver luz solar.

O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2010 | 02h18

Inconvenientes. Em lugares como Dubai e Egito é difícil comer durante o dia fora de hotéis. Em compensação, em países mais laicos, como a Turquia, os restaurantes continuam funcionando normalmente (apesar de evitados pelos ortodoxos). Em nenhum lugar é proibido ingerir alimentos ou água, mas não é de bom tom comer ou beber ostensivamente em público.

Oportunidades. O grande barato de viajar a um país muçulmano durante o Ramadã é presenciar os festins que acontecem assim que o sol se põe. Procure ser convidado para uma dessas celebrações e você compensará todos os percalços impostos pela época. O maior deles, a propósito, é o horário de funcionamento das atrações: no Egito, museus e sítios arqueológicos fecham às 14 horas, para que os funcionários possam enfrentar os engarrafamentos e chegar em casa exatamente ao anoitecer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.