Viajar de trem, só se for com padrão cinco-estrelas

O trânsito maluco, a relutância em pisar no freio, a preferência pelas buzinas e as estradas secundárias em condições ruins assustam quem viaja de uma cidade a outra de carro. Nesse cenário, o transporte ferroviário parece uma ótima opção na Índia. Ainda mais com distâncias longas e possibilidade de pernoite no trem. Mas nem tudo é o que parece, o ditado já avisa. Se você não faz o tipo aventureiro e não é mochileiro, o Golden Chariot é a única alternativa confiável.

O Estado de S.Paulo

22 Novembro 2011 | 03h08

Trem de luxo, padrão cinco estrelas, ele tem 44 cabines para até 88 passageiros. Sua intenção é recriar a pompa das viagens dos marajás - talvez não com o luxo de um Orient Express, mas ainda assim com muita ostentação para os padrões indianos.

Há dois itinerários possíveis, um para o norte de Karnataka e outro que vai aos Estados de Tamilnadu e Kerala. Ambos têm duração de 7 noites de uma ponta a outra. No primeiro, o trem percorre de Bangalore a Goa, com paradas em Mysore, Hassan, Hospet e Badami - destas cidades, é possível visitar templos, sítios históricos e parques de Hampi, Pattadakal, Halebid, Belur e Kabini. O segundo sai de Bangalore e chega a Kochi.

A vantagem é que, além de não enfrentar o trânsito, você não precisa fazer as malas para se deslocar pelas cidades. As cabines têm cama, TV e banheiro, mas são pequenas. Há microssalas de spa e academia, dois restaurantes e um lounge bar (diárias a partir de US$ 400, com refeição).

Não chegamos a testar o trem em viagem, apenas almoçamos em uma de suas paradas. O cardápio contempla poucas opções e a salada veio servida com filme plástico, como nos aviões. Mas havia banheiro no estilo "ocidental", com bacia sanitária, o que faz uma grande diferença.

Nos trens comuns, mesmo nos que você compra a passagem com direito à cama, os banheiros são coletivos e tratam-se de um buraco aberto no chão, com acesso direto aos trilhos, o que torna o odor nas estações insuportável - e aí está um problema no Golden Chariot: até entrar no trem, com ar-condicionado, você terá de circular por estes mesmos trilhos. Outra vantagem sobre o trem comum é que as cabines são fechadas com portas. Nos outros, há só cortinas para isolá-lo dos corredores e nenhum lugar para guardar as bagagens - e higiene não é um item relevante. Se quiser viajar de trem, não pense duas vezes. /A.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.