Vinhos perolados e outros sabores de Gaillac

Você pode visitar uma adega, agendar um tour por uma vinícola ou apenas comprar as suas garrafas em uma das tantas lojinhas espalhadas pela pequena cidade de Gaillac. O que não pode deixar de fazer é provar o vinho mais famoso da região, produção dos antigos romanos e comandada, ainda na Idade Média, pelos monges da abadia de Saint-Michel.

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2012 | 03h11

Segundo o que se diz por ali, durante séculos os produtores de Bordeaux usaram vinho Gaillac para deixar mais encorpados seus exemplares mais leves. E, ainda que tenha perdido espaço na rota do vinho francês, a região é fortíssima na plantação de uvas, capaz de agradar apreciadores de doces, secos, brancos, tintos e perolados. E sem a inflação embutida no frisson em torno do destino Bordeaux.

Se estiver apenas de passagem, pela estrada, faça uma parada rapidíssima e conheça a loja Maison des Vins Saint-Michel (vins-gaillac.com). Fica logo na entrada da cidade, ao lado da Secretaria de Turismo. A coleção de produtores locais está toda ali. E você ainda pode provar o que quiser.

A qualquer hora do dia, a loja oferece uma pequena degustação de sete garrafas. O máximo que pode acontecer é você querer esticar e passar ao menos uma noite por ali. E com aquele clima de cidade medieval, pontes de tijolinhos, casas com detalhes feitos de madeira de demolição e ótima carta de vinhos à disposição por toda parte, pode ter certeza: não há como se arrepender.

/ T.C. e R.A.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.