Vitrines lado a lado

Passar o sábado observando as vitrines das inúmeras butiques da Rue d'Antibes é o que os franceses classificam como um "must". Farejar lojas indie em meio à máfia Zara-Camper- Swarovski-Mont Blanc, no entanto, demanda talento.

O Estado de S.Paulo

04 Junho 2013 | 02h10

Se jogue nas camisetas que têm caveiras como tema da marca francesa Seven Tees na Bathroom Graffiti, no número 52. Um grande empório que também vende almofadas divertidas (como esta cheia de irreverência do destaque) e luminárias com formato de ursinhos de gelatina.

Ali pertinho, no número 8 da Rue Chabaud, a pequenina loja Augustin Latour exibe itens de decoração, como grinaldas de pequenas lanternas de papel da parisiense Tsé & Tsé Associées e capachos que parecem folhas de ginkgo biloba da Agence Art Terre. Criações de designers do mundo todo estão reunidas na etno-chique Ahimsa (148, Rue d'Antibes). Aquelas lamparinas de cerâmica do Marrocos ( 95) ficariam incríveis penduradas sobre o tapete turco de pelo de cabra ( 280), non?

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.